PUBLICIDADE

Justiça decide não devolver elefante a agressores na Índia

Mahout entrou com um processo a fim de recuperar a guarda do animal, dizendo ser proprietário do elefante

3 dez 2014 13h14
ver comentários
Publicidade
<p>Raju foi decretado livre e não voltará a Mahout</p>
Raju foi decretado livre e não voltará a Mahout
Foto: Wildlife SOS / Divulgação

Um elefante que sofreu agressões por 50 anos e foi resgatado em julho, na Índia, não voltará a ser posse dos antigos donos. A decisão foi tomada judicialmente, na noite desta segunda-feira, no estado de Pradesh. As informações são do The Independent.

Segundo a publicação, Raju, um elefante indiano, viveu sob abusos durante 50 anos, quando vivia com Mahout, seu antigo proprietário. Em julho, porém, ele foi resgatado e levado às autoridades.

Dias depois, Mahout entrou com um processo a fim de recuperar a guarda do animal, dizendo ser proprietário do elefante. No entanto, nesta semana e após diversas audiências no tribunal, Raju foi decretado livre e não voltará a Mahout.

De acordo com a Justiça da Índia, nenhum elefante pertence a um cidadão, enquanto não for expedido um documento oficial da organização Wildlife SOS. Como Raju não está registrado, ele não pode ser considerado sob posse de nenhum cidadão.

Com isso, Raju se juntou ao grupo de elefantes resgatados pelo governo indiano e passará por uma reabilitação. 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade