0

Japão decide que golfinho albino raro não será sacrificado

Animal será vendido e seguirá vivo, mas em cativeiro

28 nov 2014
16h41
  • separator
  • comentários

Um golfinho albino raro, que foi capturado por pescadores japoneses, não será abatido, como foi cogitado. Ele será vendido por cerca de R$ 1,2 milhões e viverá o resto de sua vida em um cativeiro, onde será exibido ao público. As informações são do Daily Mail.

<p>Ele será vendido por cerca de R$ 1,2 milhões</p>
Ele será vendido por cerca de R$ 1,2 milhões
Foto: The Asahi Shimbun / Getty Images

Segundo a publicação, outros onze golfinhos, que foram encontrados junto a esse, foram abatidos, na enseada de Taiji, em Wakayam, no centro do Japão. O único albino foi conservado em cativeiro para que a decisão de abatê-lo ou não fosse tomada. 

Devido a sua raridade, o animal será vendido e seguirá vivo, mas em cativeiro. O comprador é um aquário, que não teve o nome revelado. 

Após divulgada a decisão, ativistas começaram a protestar o fato de o golfinho albino ser confinado. "Esse animal raro, belo e único vai passar o resto de seus dias confinado em pequenos tanques, onde terá a vida encurtada e fará truques para receber alimentos", disse Karen Hagen, líder de um grupo de ativistas.

No Japão, a caça de golfinhos é frequente e os pescadores costumam abater o animal para aproveitar a sua carne. 

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade