PUBLICIDADE

Fósseis revelam espécie próxima à baleia de 520 mi de anos

27 mar 2014 - 16h56
(atualizado às 17h19)
Ver comentários
Publicidade
<p>Dr. Jakob Vinther, da Universidade de Bristol, Inglaterra, disse que numa leitura da evolução estes artrópodes primitivos são, ecologicamente falando, como os tubarões e baleias da Era Cambriana</p>
Dr. Jakob Vinther, da Universidade de Bristol, Inglaterra, disse que numa leitura da evolução estes artrópodes primitivos são, ecologicamente falando, como os tubarões e baleias da Era Cambriana
Foto: YouTube/Nature / Reprodução

Uma nova descoberta de cientistas trouxe à tona uma espécie de animal gigante semelhante à baleia que viveu nos oceanos há mais de 500 milhões de anos, segundo informações do Daily Mail.

Fósseis encontrados no nordeste da Groenlândia mostram que a criatura marinha tinha uma estrutura parecida com a das baleias modernas, e que possuía apêndices que filtravam comida do oceano – um processo parecido com o que fazem os animais hoje.

O estudo descreve como essa espécie estranha chamada Tamisiocaris usava especialmente as partes faciais para filtrar plâncton. De acordo com os cientistas, as criaturas viveram há 520 milhões de anos, durante a Era Cambriana – quando se deu o surgimento de grande parte dos animais de grupos complexos.

<p>O estudo descreve como essa espécie estranha chamada Tamisiocaris usava especialmente as partes faciais para filtrar plâncton</p>
O estudo descreve como essa espécie estranha chamada Tamisiocaris usava especialmente as partes faciais para filtrar plâncton
Foto: YouTube/Nature / Reprodução

A Tamisiocaris pertence ao grupo de animais chamado Anomalocaridídeos, um tipo primitivo de artrópode. O autor do estudo, Dr. Jakob Vinther, da Universidade de Bristol, Inglaterra, disse que numa leitura da evolução “estes artrópodes primitivos são, ecologicamente falando, como os tubarões e baleias da Era Cambriana”.

Dr. Martin Stein, da Universidade de Copenhague, que criou a animação por computador, disse que o "tamisiocaris teria sido um predador com uma espécie de ‘rede de varredura’ que coletaria partículas numa ‘malha fina'".

Para demonstrar como seriam os animais descobertos pelos fósseis, os cientistas criaram uma animação em 3D que mostra seus movimentos e a maneira como seus corpos funcionavam. 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade