2 eventos ao vivo

Desaparecido há 100 anos, roedor é "redescoberto" na Colômbia

18 mai 2011
14h32
atualizado às 15h21

Um roedor de 45 cm foi "redescoberto" na Colômbia após não ser visto por mais 100 anos no país. O rato arbóreo de Santa Marta (Santamartamys rufodorsalis) foi registrado por dois funcionários da organização ProAves. São as primeiras fotografias da espécie, que não era vista desde 1898.

Espécie não era vista desde 1898
Espécie não era vista desde 1898
Foto: EFE

Segundo a organização, o animal foi registrado às 21h30 (horário local) do dia 4 de maio, mas as imagens só foram divulgadas nesta quarta-feira. Lizzie Noble e Simon McKeown, dois voluntários da ProAves que observam anfíbios ameaçados de extinção, fizeram o registro.

De acordo com o relato, o roedor ficou tranquilo com a presença de duas pessoas e não se incomodou com a sessão de fotos que durou cerca de duas horas. Após o encontro, ele se retirou tranquilamente para uma floresta.

O roedor foi encontrado na reserva El Dorado. "A reserva representa uma arca de Noé, já que protege a perpetuação das últimas populações de flora e fauna endêmicas e em perigo de extinção de Sierra Nevada de Santa Marta. É um tesouro vivo como nenhum outro na Terra", diz Paul Salaman, da organização World Land Trust, cientista que confirmou que se tratava da espécie desaparecida.

Com informações da agência EFE.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade