3 eventos ao vivo

"Camarão assassino" aparece pela 1° vez em águas britânicas

10 set 2010
12h52
atualizado às 12h57

O serviço de Meio Ambiente do Reino Unido constatou pela primeira vez em águas britânicas a presença de uma espécie de "camarão assassino" que poderia ameaçar a fauna nativa. O alarme foi feito depois que alguns pescadores encontraram no reservatório de água Grafham, em Cambridgeshire, no sudeste do país, alguns exemplares do camarão do gênero Dikerogammarus villosus. As informações são do jornal El Mundo.

A presença desses crustáceos pode por em perigo os insetos tigópteros e notonecta, que são encontrados regularmente em lagos e rios britânicos e cujo desaparecimento prejudicaria outros animais nativos que se alimentam deles.

Os pescadores que usam o reservatório Grafham já foram advertidos para tomarem cuidado e não levarem exemplares do Dikerogammarus villosus para outros lagos ou pântanos.

O subsecretário de Estado do Meio Ambiente, Richard Benyon, expressou sua preocupação com o elevado número de espécies invasoras encontradas no Reino Unido. Segundo ele, os serviços ambientais estão agindo rapidamente para implementar medidas de biossegurança necessárias. E disse ainda que está investigando a extensão do problema para proteger a vida selvagem nativa e os peixes jovens do perigo potencial decorrente da presença desses camarões.

O "camarão assassino" é apelidado desta forma porque ele mata numerosas presas, mas come apenas algumas. Além disso, tende a ganhar o domínio dos habitat, levando, às vezes, à extinção algumas espécies nativas.

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade