Ciência

publicidade
26 de setembro de 2011 • 13h45 • atualizado em 26 de Setembro de 2011 às 22h47

'Bola de fogo' cai do céu na Argentina, mata 1 e fere 8

Membros da polícia cientifica argentina medem nível de radioatividade entre escombros deixados pela explosão
Foto: EFE
 

Uma mulher peruana morreu e outras oito pessoas ficaram feridas nesta segunda-feira, nos arredores de Buenos Aires, devido a uma misteriosa explosão - causada, segundo o relato de testemunhas, por "uma bola de fogo que caiu do céu". A agência AFP informou que o número de feridos chegou a nove. O incidente ocorreu no município de Monte Grande, que fica no "partido" (divisão) de Esteban Echeverría, na província de Buenos Aires.

Em um primeiro momento, a polícia havia informado que a vítima era paraguaia, mas as autoridades esclareceram depois que se trata de uma peruana de 43 anos, identificada como Silvia Espinoza, que tinha viajado à Argentina para visitar seus parentes. A explosão, que ocorreu nesta madrugada e até agora não teve sua origem determinada, deixou duas casas e três veículos destruídos, indicaram porta-vozes da polícia.

'Bola de fogo' misteriosa cai do céu e mata um na ArgentinaClique no link para iniciar o vídeo
'Bola de fogo' misteriosa cai do céu e mata um na Argentina

Dois dos feridos já receberam alta - Yeanigres Cornejo Medina e Fabián Sequeira. Os outros feridos permanecem internados em um hospital próximo - são eles Rodrigo Sequeira, 16 anos, Orlando Pedroso, 39 anos, Paola Pedroso, 24 anos, Alejandra Rodríguez, 41 anos, Julio Espinosa, 38 anos, e Hilda Ortiz, 47 anos.

Autoridades investigam a possibilidade de que a explosão tenha sido causada por um vazamento de gás. O chefe do Corpo de Bombeiros de Esteban Echeverría, Guillermo Pérez, afirmou ao jornal Clarín que foi retirado dos escombros um "tubo de gás de 45 kg, perto de um forno destruído". O material foi levado para ser analisado pela Polícia Federal argentina.

Sobre as hipóteses de queda de um meteorito ou de lixo espacial, Pérez afirmou que "todos os testes foram feitos e não havia radiação" no local do incidente. "A explosão foi muito grande", afirmou o chefe dos bombeiros ao Clarín.

"A cama onde eu dormia se levantou do apartamento, as madeiras do teto se dobraram e todos os vidros da minha casa explodiram. Quando saí na rua, caía um fogo de cima que incendiou um poste a 20 metros", afirmou um morador da área à imprensa local. Uma outra testemunha afirmou que saiu de sua casa por conta da explosão e viu "que havia fogo que vinha do alto, algo do céu".

"As perícias mal começaram e o resto são especulações. Não queremos nos aventurar a levantar nenhuma hipótese", declarou o intendente de Esteban Echeverría, Fernando Gray. As autoridades declararam que a origem da explosão deve ser esclarecida nas próximas horas.

Com informãções das agências EFE e AFP.

Terra