0

Cepa resistente ao Tamiflu contagia pacientes no País de Gales

20 nov 2009
16h49
atualizado às 17h27
  • separator

Uma cepa da gripe suína resistente ao fármaco antiviral Tamiflu se espalhou entre vários pacientes de um hospital do País de Gales, segundo informaram nesta sexta-feira as autoridades de saúde britânicas. A variedade infectou cinco pacientes do University Hospital of Wales, em Cardiff, capital galesa, que já apresentavam graves problemas de saúde prévios antes de contrair o vírus AH1N1.

Um dos pacientes, aparentemente, desenvolveu uma resistência ao medicamento antiviral e contagiou os outros pacientes. O Serviço Nacional de Saúde para Gales (NPHS, na sigla em inglês) informou que dois dos infectados já se recuperaram e receberam alta, outros dois estão sendo tratados em uma unidade especial e o quinto está na unidade de terapia intensiva.

Os três que permanecem hospitalizados estão sendo tratados com um remédio com características diferentes do Tamiflu. O NPHS acrescentou que dois dos infectados contraíram o vírus no hospital, onde estavam sendo atendidos por outras doenças, e ressaltou que esta cepa não parece ser mais resistente que a que circula pelo Reino Unido desde abril.

Roland Salmon, médico responsável pela área de Doenças Infecciosas do NPHS relatou que "a aparição do vírus da gripe A resistente ao Tamiflu não é algo inesperado em pacientes que têm graves doenças e sistemas imunológicos frágeis".

"Neste caso, a cepa resistente da gripe A não parece ser mais grave que o vírus circulante desde abril. Para a grande maioria das pessoas, o Tamiflu foi eficaz na hora de reduzira intensidade da doença", disse. Nos últimos meses, as autoridades de saúde informaram que em todo o mundo mais de dez casos de pacientes tratados com Tamiflu acabaram desenvolvendo uma resistência ao medicamento, mas sem que se produzisse um contágio.

Veja também:

Penteado "estilo quarentena" virou coisa do passado
EFE   
publicidade