AF 447: TJ-RJ concede indenização de R$ 881 mil a família

17 de junho de 2009 • 19h42 • atualizado às 23h06
Avião da FAB com corpos de vítimas a bordo chega à Base Aérea do Recife Foto: FAB/Divulgação
Avião da FAB com corpos de vítimas a bordo chega à Base Aérea do Recife
17 de junho de 2009
Foto: FAB/Divulgação

A Justiça do Rio de Janeiro concedeu a primeira indenização para familiares brasileiros de passageiros do voo 447 da Air France, que caiu no Oceano Atlântico quando fazia o trajeto Rio-Paris. A mulher e os filhos do passageiro Walter Nascimento Carrilho Junior deverão receber o total de R$ 881 mil da companhia.

De acordo com o TJ, por um período de dois anos, a quantia mensal equivalente a 79 salários mínimos (49 salários de tratamento e outros 30 salários para o pensionamento) - o que, atualmente, seria R$ 36.735 - deverá ser pago aos familiares.

Segundo a decisão do juiz Magno Alves Assumção, da 28ª Vara Cível, a renda bruta da vítima chegava a 30 salários mínimos mensais, mas a família também necessitará de tratamentos médicos que justificam o valor da indenização. Após os dois primeiros anos, o pagamento poderá ser revisto e o valor, diminuído para o equivalente à renda de Carrilho.

A companhia aérea informou que ainda não foi comunicada oficialmente da decisão judicial e que não se negará a prestar apoio às famílias das vítimas. Cabe recurso da decisão.

Ontem, o diretor-geral adjunto da seguradora francesa Axa, Patrick de la Morinerie, afirmou que algumas das famílias já começaram a receber um adiantamento das indenizações pelo acidente. A Axa administra o processo de indenização. Mas Morinerie não divulgou detalhes sobre o número nem quem são as famílias que receberam o pagamento prévio.

O acidente
O Airbus A330 saiu do Rio de Janeiro com 228 pessoas a bordo no domingo (31), às 19h (horário de Brasília), e deveria chegar ao aeroporto Roissy - Charles de Gaulle de Paris no dia 1º às 11h10 locais (6h10 de Brasília). nenhum das vítimas resgatadas até o momento foi identificada.

De acordo com nota divulgada pela FAB, às 22h33 (horário de Brasília) o vôo fez o último contato via rádio com o Centro de Controle de Área Atlântico (Cindacta III). O comandante informou que, às 23h20, ingressaria no espaço aéreo de Dakar, no Senegal.

Às 22h48 (horário de Brasília) a aeronave saiu da cobertura radar do Cindacta, segundo a FAB. Antes disso, no entanto, a aeronave voava normalmente a 35 mil pés (11 km) de altitude.

A Air France informou que o Airbus entrou em uma zona de tempestade às 2h GMT (23h de Brasília) e enviou uma mensagem automática de falha no circuito elétrico às 2h14 GMT (23h14 de Brasília). A equipe de resgate da FAB foi acionada às 2h30 (horário de Brasília).

Com informações da Reuters

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »