Air France sofreu ameaça de bomba 5 dias antes de acidente

03 de junho de 2009 • 11h21 • atualizado às 15h27

Um vôo da Air France foi atrasado em Paris, cinco dias antes do desaparecimento do Airbus que fazia a viagem entre Rio de Janeiro e a França, após o aeroporto de Ezeiza, na Argentina, receber um comunicado de ameaça de bomba. A polícia e os bombeiros revistaram a aeronave, que havia chegado à capital francesa pela manhã e se preparava para outro vôo. Os passageiros não chegaram a ser retirados do avião. As informações são do Momento 24.

O acidente
O Airbus A330 saiu do Rio de Janeiro no domingo (31), às 19h (horário de Brasília), e deveria chegar ao aeroporto Roissy - Charles de Gaulle de Paris no dia 1º às 11h10 locais (6h10 de Brasília).

De acordo com nota divulgada pela FAB, às 22h33 (horário de Brasília) o vôo fez o último contato via rádio com o Centro de Controle de Área Atlântico (Cindacta III). O comandante informou que, às 23h20, ingressaria no espaço aéreo de Dakar, no Senegal.

Às 22h48 (horário de Brasília) a aeronave saiu da cobertura radar do Cindacta, segundo a FAB. Antes disso, no entanto, a aeronave voava normalmente a 35 mil pés (11 km) de altitude.

A Air France informou que o Airbus entrou em uma zona de tempestade às 2h GMT (23h de Brasília) e enviou uma mensagem automática de falha no circuito elétrico às 2h14 GMT (23h14 de Brasília). A equipe de resgate da FAB foi acionada às 2h30 (horário de Brasília).

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »