Pelo menos 126 nomes do vôo AF 447 são conhecidos

01 de junho de 2009 • 16h11 • atualizado em 04 de junho de 2009 às 14h30
Marcelo Parente estava no vôo AF 447 da Air France Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação
Marcelo Parente estava no vôo AF 447 da Air France
02 de junho de 2009
Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

Pelo menos 126 nomes de passageiros do vôo AF 447 da Air France, que fazia a rota entre Rio de Janeiro e Paris e está desaparecido desde a madrugada desta segunda-feira, já são conhecidos. Os nomes foram divulgados por empresas e familiares dos passageiros.

Três funcionários da Michelin, três da StatoilHydro, três da Petrobras, dois da Vale do Rio Doce, o presidente do conselho administrativo da ThyssenKrupp CSA, um assessor do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, três membros da ONG italiana Trentini nel Mondo e dois da brasileira Viva Rio e um mecânico estão na lista.

A família Orleans e Bragança, herdeira da família real brasileira, confirmou que o príncipe Pedro Luis de Orleans e Bragança, também estava no voo. Descendente de d. Pedro 2º e filho do príncipe d. Antônio, Pedro Luis, 26 anos, é o quarto na linha sucessória do trono.

A Air France divulgou nesta quarta-feira, por volta das 22h, uma lista parcial dos brasileiros que estavam no vôo e cujas famílias autorizaram a publicação. A Air France informou que só iria informar publicamente os nomes após a checagem da nacionalidade dos passageiros junto à Polícia Federal no Brasil e após informar diretamente aos familiares dos passageiros desaparecidos.

A companhia montou um centro de gerenciamento da crise em Paris. No Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Galeão) há uma sala para onde todos os parentes de possíveis vítimas estão sendo encaminhados.

1. Adriana Henriques, 27 anos, formada em turismo;
2. Adriana Francisco Sluijs, assessora da presidência da Petrobras;
3. Agostino Cordioli, italiano. Empreendedor do ramo da construção civil;
4. Ahamed Fouzi, técnico em veterinária marroquino
5. Aisling Butler, médica irlandesa;
6. Alexander Bjoroy, 11 anos, estudante britânico
7. Alexander Paulitsch, consultor empresarial italiano;
8. Ana Carolina Silva, membro da ONG Viva Rio;
9. Ana Luisa Curty;
10. Angela Cristina de Oliveira Silva, brasileira responsável pelo Centro Internacional de Orientação e Defesa da Mulher Estrangeira (Ciods);
11. Andrés Suárez Montes, engenheiro natural da província espanhola de Sevilha;
12. Antonio Augusto Gueiros, diretor da Michelin na América do Sul;
13. Anna Negra, de 28 anos, espanhola, retornava de viagem de lua de mel;
14. Anne Harris, 54, mulher de Michael Harris;
15. Arden Jugueta, marinheiro filipino;
16. Arthur Coakley, capitão de navio, britânico;
17. Bianca Machado Cotta, recém-formada em Medicina;
18. Brad Clames, 49, funcionário da Coca-Cola na Bélgica;
19. Bruno Pelajo;
20. Carlos Mateus;
21. Carlos Eduardo Lopes de Mello, procurador federal;
22. Carmen E., economista alemã. Filha de Rolf E.
23. Chen Chiping, executiva da Benxi Iron & Steel e esposa do governador da província chinesa de Liaoning;
24. Chen Qingwei, tentava um visto brasileiro como investidor;
25. Christine Badre Schnabl, 34, sueca
26. Christine Pieraerts, funcionária da Michelin na França;
27. Christophe Paus, neurocirurgião suíço;
28. Clara Mar Amado, 32 anos, comissária de bordo argentina;
29. Clara Sofie E., 2 anos, alemã. Filha de Carmen E.
30. Claudia Degli Esposti, consultora da Agência de Desenvolvimento da Região da Emilia-Romagna (Ervet), de Bolonha, na Itália;
31. Claus-Peter Hellhammer, 28 anos, funcionário da ThyssenKrupp Steel, em Duisburg, na Alemanha;
32. David Robert, 37, francês, copiloto da aeronave;
33. Deise Possamai, fiscal de tributo;
34. Eduardo César Moreno, gerente da Petrobras no Irã;
35. Eithne Walls, médica e dançarina irlandesa;
36. Erich Heine, presidente do conselho administrativo da ThyssenKrupp CSA;
37. Enzo Canelletti, italiano. Marido de Angela Cristina de Oliveira Silva;
38. Fatma Ceren Necipoglu, professora turca;
39. Ferdinand Porcaro, 79 anos, oftalmologista aposentado;
40. Fouad Haddour, veterinário marroquino
41. Francisco Eudes Mesquita Valle, marido de Maria de Fátima e pai de Paulo Valle Brito;
42. Giovanni Battista Lenzi, conselheiro regional de Trentino-Alto Ádige, na Itália;
43. Georg Lercher, empreendedor do setor madeireiro, italiano;
44. Georg Martiner, 25, anos, de origem brasileira, foi adotado por uma família italiana;
45. Graham Gardner, 52 anos, marinheiro britânico;
46. Gustavo Henrique Brito dos Santos, 30 anos, advogado;
47. Gustavo Peretti, funcionário brasileiro da StatoilHydro;
48. Hannelore E., dona de casa alemã. Mulher de Rolf E.;
49. Harald Maximillian Winner, 44 anos, alemão;
50. Hilton Jadir de Souza, engenheiro da Petrobras;
51. Ines G., 31 anos, alemã;
52. Iris M., 21 anos, alemã;
53. Isabelle Bonin, 36, mulher do co-piloto Pierro-Cedric Bonin;
54. Isis Ronnel, mulher do dentista brasileiro José Ronnel Amorim de Souza;
55. Ivan Lorgeré, 41 anos, pesquisador francês;
56. Izabela Maria Furtado Kestler, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
57. Jane Deasy, 27 anos, médica irlandês;
58. Jean-Claude Lozouet, empresário;
59. João Marques da Silva Filho; engenheiros do Estaleiro Atlântico Sul;
60. José Gregório Marques, 70 anos, juiz federal aposentado;
61. José Roberto Gomes da Silva, professor do Instituto de Administração da Pontífica Universidade Católica do Rio (PUC-Rio);
62. José Ronnel Amorim, 35 anos, dentista, morava em Londres;
63. José Souza;
64. Júlia Chaves de Miranda Schmidt, advogada mineira;
65. József Gallasz, músico húngaro;
66. Juliana Ferreira Braga de Aquino, cantora;
67. Koo Hak-rim, 40 anos, sul-coreano;
68. Kristian Berg Andersen, 37 anos, norueguês funcionário da StatoilHydro;
69. Laura Rahal, 28 anos, engenheira civil sueca;
70. Leonardo Dardengo, 32 anos, morava em Toulouse, na França
71. Leonardo Pereira Leite;
72. Letícia Chem, gerente da Oi;
73. Li Mingwen, da empresa chinesa Benxi Iron & Steel
74. Lucas Gagliano Jucá, 24 anos, comissário de bordo da Air France;
75. Luciana Seba, psicóloga;
76. Luigi Zortea, membro da ONG italiana Trentini nel Mondo;
77. Luis Claudio Monlevad, empregado da empresa de tubulações Saint-Gobain;
78. Luis Roberto Anastácio, presidente da Michelin na América do Sul;
79. Marc Dubois, 58, francês, comandante da aeronave;
80. Marcela Marques Pellizon, funcionária brasileira da StatoilHydro;
81. Marcelle Valpaços Fonseca Lima, 33 anos, procuradora do Estado do Rio de Janeiro. Mulher de Marcelo Parente;
82. Marcelo Parente Oliveira, assessor do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes;
83. Marcia Mosconde Faria, funcionária do Tribunal de Justiça do RJ;
84. Marco Antônio Camargos Mendonça, diretor de ferros e ligas da companhia Vale do Rio Doce;
85. Maria de Fátima Vale, arquiteta e mãe de Paulo Valle Brito;
86. Maria Teresa Moreno Marques, 66 anos, advogada e mulher do juiz federal aposentado José Gregório Marques;
87. Martin, 29 anos, médico alemão;
88. Mateus Nazareth Ceva Antunes, filho de Patrícia e Octavio Augusto Ceva Antunes;
89. Michael Harris, 60 anos, geólogo americano
90. Moritz Koch, 54 anos, arquiteto alemão;
91. Neil Stuart Warrior, 48 anos, diretor de relações públicas da divisão européia da montadora Mazda;
92. Nelson Marinho Filho, mecânico;
93. Octavio Augusto Ceva Antunes, professor do Instituto de Química da UFRJ;
94. Olivier Guillot-Noël, 37 anos, pesquisador francês;
95. Pablo Dreyfus, membro da ONG Viva Rio;
96. Patrícia Nazareth Ceva Antunes; mulher do professor da UFRJ Octavio Augusto Ceva Antunes;
97. Paulo Valle Brito, empresário, marido de Luciana Sebá;
98. Pedro Luis de Orleans e Bragança, príncipe descendente de D. Pedro II;
99. Philipe Schnabl, 5 anos, filho de Christine Schnabl;
100. Pierre-Cedric Bonin, 32, copiloto da aeronave;
101. Rajae Tazi Mouka, veterinário marroquino;
102. Regine E., professora de música alemã. Filha de Rolf E.
103. Rino Zandonai, membro da ONG italiana Trentini nel Mondo;
104. Rita Szarvas, terapeuta ocupacional húngara;
105. Roberto Correa Chem, cirurgião plástico;
106. Rolf E, alemão. Aposentado;
107. Ronald Dreyer, cientista político suíço;
108. Sandrine Artiguenave, 34 anos, francesa;
109. Shen Zuobing, da empresa chinesa Benxi Iron & Steel;
110. Silvio Barbato, ex-diretor musical da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal do Rio de Janeiro;
111. Simone Jácomo dos Santos Elias, 40 anos, funcionária do Tribunal de Justiça do RJ;
112. Solu Wellington Vieira de Sá, 40 anos, funcionário da empresa Geo Kenetice, que presta serviços de pesquisa a Petrobras;
113. Sonia Maria Esteves Amorim, funcionária do Tribunal de Justiça do RJ;
114. Sônia Porcaro, 67 anos, mulher do oftalmologista aposentado Ferdinand Porcaro;
115. Stephane Artiguenave, 35 anos, funcionária de uma distribuidora elétrica;
116. Sun Lianyou, da empresa chinesa Benxi Iron & Steel;
117. Tadeu Moraes;
118. Valnizia Betler, 44 anos, morava em Munique;
119. Vanderleia Carraro;
120. Vera Chem, psicóloga clínica;
121. Verônica Ivanovitch;
122. Walter Carrilho Junior;
123. Xiao Xiang, 35 anos, cientista chinês;
124. Zhang Qingbo, da empresa chinesa Benxi Iron & Steel;
125. Zhuo Jiachun, executivo da Huawei Technologies;
126. Zoran Markovic, 45 anos, marinheiro croata.

Passageiros
O presidente da Air France, Pierre-Henry Gourgeon, informou que 61 franceses e 58 brasileiros estavam na aeronave da companhia que desapareceu no Oceano Atlântico, quando fazia a viagem entre o Rio de Janeiro e Paris, na França. Anteriormente, o gerente da Air France no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Galeão), Jorge Assunção, disse que 80 brasileiros e 73 franceses estavam no vôo.

Gourgeon afirmou que "149 passageiros estariam em conexão. Por isso a dificuldade em determinar a nacionalidade".

O acidente
O Airbus A330 saiu do Rio de Janeiro no domingo (31), às 19h (horário de Brasília), e deveria chegar ao aeroporto Roissy - Charles de Gaulle de Paris no dia 1º às 11h10 locais (6h10 de Brasília).

De acordo com nota divulgada pela FAB, às 22h33 (horário de Brasília) o vôo fez o último contato via rádio com o Centro de Controle de Área Atlântico (Cindacta III). O comandante informou que, às 23h20, ingressaria no espaço aéreo de Dakar, no Senegal.

Às 22h48 (horário de Brasília) a aeronave saiu da cobertura radar do Cindacta, segundo a FAB. Antes disso, no entanto, a aeronave voava normalmente a 35 mil pés (11 km) de altitude.

A Air France informou que o Airbus entrou em uma zona de tempestade às 2h GMT (23h de Brasília) e enviou uma mensagem automática de falha no circuito elétrico às 2h14 GMT (23h14 de Brasília). A equipe de resgate da FAB foi acionada às 2h30 (horário de Brasília).

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »