publicidade
07 de abril de 2013 • 13h06 • atualizado às 13h08

Brasília implementa ciclofaixas do lazer nos fins de semana e feriados

 

A ciclofaixa do lazer em Brasília, que está em fase de teste desde dezembro no Eixo Monumental, agora é definitiva. Ela estará aberta para ciclistas aos domingos e feriados nacionais. A expectativa do Departamento Nacional de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) é de que "tudo esteja funcionando até o início de agosto".

A faixa exclusiva começa na Catedral Rainha da Paz e vai até o Congresso Nacional. Está sinalizada com pintura vermelha no chão e placas. Depois de concluída no Eixo Monumental, será implantada na W3, totalizando 38,5 quilômetros de extensão.

Segundo a assessora especial do Detran, Adriana Souza, o DF possui mais de 227 mil bicicletas. Para ela, para que as ciclovias sejam frequentemente utilizadas, vai ser necessário um amplo trabalho de divulgação. 'Espera-se que a população venha a aderir. É uma questão de lazer, mobilidade limpa e saúde'.

Adriana explica que nos dias de funcionamento da ciclofaixa alguns retornos do Eixo Monumental, a serem definidos pela engenharia do Detran, serão fechados. Nas vias W3 Norte e Sul, quando a ciclofaixa estiver implantada, "todos os retornos que não forem semaforizados também serão fechados".

Para quem não possui bicicleta, serão disponibilizadas bicicletas gratuitamente em alguns pontos das ciclofaixas. De acordo com o presidente do Instituto Pedala Brasília, Ronaldo Alves, o processo de fornecimento das bicicletas vai demorar um pouco para acontecer.

"A logística de colocar bicicletas para aluguel ou compartilhamento depende um pouco mais de investimento, porque tem o risco de segurança, tem o sistema de controle, de rastreamento de veículos que forem retirados do local. Por enquanto, as próprias pessoas emprestarão suas bicicletas".

Ronaldo Alves ressalta que a demarcação de ciclofaixas é uma estratégia de estímulo, adotada por algumas cidades brasileiras para fazer com que as pessoas que não tem o hábito de usar bicicleta passem a utilizar. "A intenção é motivar as pessoas a deixarem seus carros em casa no final de semana, para pedalar".

Para a secretária de Comunicação da organização não governamental Rodas da Paz, Ana Júlia Pinheiro, "a proposta das ciclofaixas deve ser parte de um investimento na presença da bicicleta como veículo no Distrito Federal". Ela esclarece ainda que "quando o governo faz um convite destes, 'venha pedalar!', deve estar preparado para atender a demanda que ele gera".

Agência Brasil