3 eventos ao vivo

Sobe para 2 o número de mortos em protestos no Brasil (oficial)

21 jun 2013
13h13

Uma mulher não resistiu a uma parada cardíaca sofrida na quinta-feira após a explosão de uma bomba em um protesto em Belém, na segunda morte acidental durante as manifestações históricas no país, informou nesta sexta-feira a prefeitura da capital paraense à AFP.

A mulher era uma gari de 54 anos que sofria de hipertensão. Ela trabalhava junto com outros funcionários municipais de limpeza quando uma coluna de manifestantes avançou e jogou uma bomba no local onde estavam.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade