0

Sete brasileiros seguem internados após queda de balão na Turquia

21 mai 2013
12h24
atualizado às 12h26
  • separator
  • comentários

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty), sete brasileiros seguem internados nesta terça-feira após o acidente com balão na região da Capadócia, na Turquia, ocorrido ontem. As autoridades turcas confirmaram que três turistas brasileiras com idades entre 65 e 76 anos morreram devido à queda. 

<p>Três turistas brasileiras morreram em acidente com balão na região da Capadócia, na Turquia</p>
Três turistas brasileiras morreram em acidente com balão na região da Capadócia, na Turquia
Foto: AFP

Uma equipe de funcionários da Embaixada do Brasil se deslocou ainda ontem para a Capadócia e visitou todos os oito brasileiros feridos. Um deles já recebeu alta. Segundo o Itamaraty, entre os sete que seguem hospitalizados, alguns passarão por cirurgia ainda hoje. Até as 11h, o estado de saúde deles era estável, sem risco de morte, informou a assessoria de imprensa do ministério. 

Autoridades turcas informaram à Agência Efe que três turistas brasileiros e um espanhol estão internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No total, 22 pessoas seguem hospitalizadas, sendo que as que se encontram em estado mais grave estão na UTI, explicou Rahim Unlu, diretor de Saúde da província de Nevsehir. Além dos sete brasileiros, há dez espanhóis, três argentinos, um porto-riquenho e um português internados.

"Em Nevsehir temos 18 pacientes internados que estão relativamente melhor. Há outros quatro na UTI em outros três hospitais da cidade de Kayseri", disse Unlu. De acordo com ele, os quatro pacientes em estado mais grave quebraram vários ossos e um deles, um brasileiro, teve que amputar o pé.

O grupo da embaixada brasileira permanecerá na região para acompanhar o atendimento aos feridos e os procedimentos necessários para a transferência dos corpos para o Brasil. A liberação deve ocorrer somente nos próximos dias. 

O embaixador do Brasil na Turquia, Antonio Luis Espinola Salgado, deve ir hoje à Capadócia para visitar os brasileiros e acompanhar os trâmites. 

Investigação
As autoridades turcas estão investigando as causas do acidente, que aconteceu quando a cesta de outro balão que voava mais alto rompeu o tecido do globo que acabou caindo. Várias testemunhas declararam aos meios de comunicação turcos que o acidente aconteceu pelo tráfego intensivo e descontrolado de balões na área.

Veja resgate às vítimas após choque entre balões na Turquia

O fato ocorreu pouco depois que o balão decolou no começo da manhã da cidade de Goreme, ao oeste da província turca de Nevsehir. A 300 metros de altura, o balão começou a perder o equilíbrio após o impacto da cesta do outro globo.

O piloto, de nacionalidade portuguesa, conseguiu controlar o balão até os 50 metros de altura, mas a partir daí começou a cair de forma descontrolada. Cerca de 20 de empresas oferecem voos de balão entre 50 e 150 euros na região da Capadócia, muito popular entre os turistas de todo o mundo.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade