1 evento ao vivo

RJ: HemoRio planeja enviar 300 bolsas de sangue para vítimas

12 jan 2011
16h41
atualizado às 17h33

O HemoRio - Instituto Estadual de Hematologia do Rio de Janeiro - planeja enviar 300 bolsas de sangue para as vítimas das fortes chuvas na região serrana do Estado.

Em Nova Friburgo, uma das cidades mais afetadas pelas chuvas, aconteceram também dezenas de desabamentos
Em Nova Friburgo, uma das cidades mais afetadas pelas chuvas, aconteceram também dezenas de desabamentos
Foto: Defesa Civil do RJ / Divulgação

Na manhã desta terça-feira, o instituto enviou 38 bolsas emergenciais para atender às vítimas urgentes da região, o que correspondia, até o momento, ao estoque máximo. O HemoRio reforça que para enviar as 300 bolsas necessárias, é preciso que a população doe sangue no instituto, na rua Frei Caneca, 8, na região central da cidade do Rio de Janeiro.

Número de mortes chega a pelo menos 96
As fortes chuvas que atingiram os municípios da região serrana do Rio de Janeiro provocaram a morte de pelo menos 96 pessoas desde a noite de terça-feira, segundo levantamento feito pelo Terra a partir de dados das defesas civis municipais. Entre as vítimas, estão três bombeiros que seguiam para Nova Friburgo para auxiliar no resgate de famílias soterradas.

Outros três bombeiros foram resgatados dos escombros e um continua soterrado, segundo a Secretaria Estadual da Saúde. Mais cedo, o Corpo de Bombeiros havia informado que quatro soldados tinham morrido no deslizamento. A secretaria disse também que mais quatro pessoas morreram em após as chuvas na cidade, entre elas uma criança e um bebê.

Esta manhã, o vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, fez um sobrevoo na região e conversou com lideranças políticas sobre os estragos. O governador do Estado, Sérgio Cabral, disse em comunicado que lamenta pelas mortes e demonstrou solidariedade às famílias dos bombeiros mortos em Nova Friburgo. Cabral também solicitou o apoio da Marinha Brasileira, no transporte da frota e de equipamentos do Corpo de Bombeiros às áreas atingidas.

Veja onde foram registradas as mortes:

Fonte: Redação Terra
publicidade