0

RJ: Cabral diz que vai investigar boatos sobre Bolsa Família

Os boatos sobre o fim do Bolsa Família teriam partido de uma central de telemarketing localizada no Rio de Janeiro

25 mai 2013
19h00
atualizado às 19h00
  • separator
  • 0
  • comentários

O governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral confirmou neste sábado que vai investigar os boatos sobre a suspensão do programa Bolsa Família após tomar conhecimento de que as informações falsas partiram de uma central de telemarketing com sede no Estado. Segundo nota, Cabral orientou o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, a oferecer à Polícia Federal (PF) "todo o apoio necessário nas investigações".

<p>Boato sobre fim do Bolsa Família gerou filas na Caixa Econômica Federal no município de Itabuna (BA) na madrugada de segunda-feira</p>
Boato sobre fim do Bolsa Família gerou filas na Caixa Econômica Federal no município de Itabuna (BA) na madrugada de segunda-feira
Foto: Oziel Aragão/BA Press / Futura Press

Para Cabral, a onda de boatos que levou os beneficiários "carentes e assustados" a agências da Caixa Econômica Federal foi "um ato de terrorismo contra o povo pobre", segundo a nota divulgada no site do governo estadual.

Os boatos sobre o Bolsa Família provocaram corridas às agências e aos caixas eletrônicos em 13 Estados do Norte e do Nordeste. A PF divulgou na sexta-feira que já tem informações sobre pessoas que receberam telefonemas com mensagens sobre o fim do programa. A polícia não confirma o número de pessoas identificadas, mas diz que dispõe de informações sobre a possibilidade do boato ter surgido a partir de ligações originadas pelo telemarketing.

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade