0

Rio cria grupo para tirar lições de desastre ambiental dos EUA

4 mai 2010
16h18

A ministra do Meio Ambiente, Izabela Teixeira, e a secretária do Ambiente do Rio de Janeiro, Marilene Ramos, têm reunião marcada para a próxima sexta-feira, no Rio, com especialistas do Ibama e da Petrobrás para avaliar o acidente ambiental no Golfo do Mexico.

No litoral sul dos Estados Unidos, uma plataforma pertencente à empresa suíça Transocean e estava sendo operada pela British Petroleum (BP), explodiu no dia 20 de abril e afundou na quinta-feira seguinte, depois de ficar dois dias em chamas. Logo após a explosão da plataforma, desapareceram 11 trabalhadores que as autoridades dão por mortos. A mancha de óleo chegou ao litoral e é considerada um dos maiores desastres ambientais da história daquele país.

"No Brasil, o licenciamento da exploração do petróleo é federal, mas queremos nos certificar da segurança desta exploração. Vamos montar um grupo de trabalho com pesquisadores para acompanhar o acidente e tirar lições", disse Marilene.

"Por riscos como este e outros, deputado Ibsen, é que temos que receber royalties!", afirmou a secretaria do Rio. Ela se referiu à emenda proposta pelo deputado federal Ibsen Pinheiro, que se aprovada tira do Estado do Rio mais de R$ 7 bilhões por ano, e uma parcela considerável dos investimentos na área ambiental.

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade