0

Resgate localiza 6 corpos de vítimas de queda de avião no AM

7 fev 2009
20h43
atualizado em 8/2/2009 às 11h47

Arnoldo Santos

Direto de Manaus


O Corpo de Bombeiros informou, na noite deste sábado, que foram encontrados seis corpos de pessoas que estavam a bordo do avião Bandeirante que caiu no rio Manacapuru, afluente do rio Solimões, no Amazonas. Os mortos, cinco adultos e um bebê, não foram identificados até o momento. De acordo com a Manaus Aerotáxi, 24 pessoas estavam a bordo do avião no momento do acidente. Quatro pessoas foram resgatadas com vida.

Segundo a Aeronáutica, o avião decolou da cidade de Coari, a 360 km de Manaus, com destino à capital do Amazonas. A aeronave chegou a avisar a torre do aeroporto de Manaus que voltaria para Coari por causa do mau tempo, mas logo depois sumiu do radar do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta). Segundo informações prestadas pela assessoria da empresa, uma das hélices parou - o que pode ter sido causado pelo mau tempo - e o piloto teria tentado um pouso forçado em uma pista desativada que fica próxima do local onde o avião caiu.

Equipes do Corpo de Bombeiros de Manaus a Manacapuru foram para o local do acidente para ajudar nas buscas. O trabalho deverá seguir durante a madrugada.

"As buscas não vão parar. Com o reforço dos Bombeiros é possível que consigamos tirar o avião do fundo do rio ainda na noite deste sábado", disse o coordenador da Defesa Civil de Manacapuru, Daniel Guedes. A lista oficial de passageiros deve ser repassada pela Manaus Aerotáxi ainda nesta noite.

Os passageiros resgatados com vida foram identificados como Brenda Morais, 21 anos, Érick Evangelista da Costa, 23 anos, Ana Lúcia Reis Lauria, 43 anos, e Yan da Costa Cabral, 9 anos. Todos chegaram a ser levados para o hospital municipal de Manacapuru, mas já foram liberados.

De acordo com a Manaus Aerotáxi, o piloto do avião era o gaúcho César Leonel Grieger, 47 anos, que trabalhava há 6 anos na empresa. O co-piloto foi identificado como Danilson Cirino Aires da Silva, 23 anos, natural de Manaus. Ele tinha seis meses de empresa.

A região onde aconteceu o acidente está localizada a menos de dez minutos de barco da cidade de Manacapuru, situada a 80 km de Manaus. Durante toda a tarde, choveu muito na região, o que dificultou o trabalho de buscas.

Com informações da agência Reuters

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

publicidade
publicidade