0

Relacionamento com a Venezuela é um dos que têm maior potencial de crescimento, diz Patriota

Luciene Cruz*Repórter da Agência BrasilBrasília - O ministro de Relações Exteriores do Brasil, Antonio Patriota, disse hoje (1º) que a relação com a Venezuela "é absolutamente estratégica e um dos relacionamentos que têm mais potencial" de crescimento atualmente. A declaração foi feita após encontro do representante brasileiro com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez.Após a reunião, Patriota informou que representantes dos dois governos vão estabelecer mecanismos bimestrais para discutir e acompanhar de perto a incorporação plena da Venezuela ao Mercosul, assim como os investimentos bilaterais. A oficialização do novo membro permanente ao bloco econômico foi anunciada em julho, após a suspensão temporária do Paraguai.O chanceler brasileiro destacou ainda que no dia 7 de dezembro, ocorrerá no Brasil, a Cúpula dos Presidentes do Mercosul. Chávez confirmou presença. O encontro também serviu para confirmar a a presença da presidenta Dilma Rousseff na cerimônia de posse de Hugo Chávez na Presidência da Venezuela, reeleito para o mandato 2013-2019. "Estas são datas importantes que simbolizam não só esse relacionamento muito estreito, mas também que nos permitem proceder neste trabalho conjunto", disse Patriota.No ano passado, a parceria comercial entre os dois países totalizou US$ 5,86 bilhões. Desde 2003, o comércio bilateral quintuplicou, sendo o Brasil o terceiro principal exportador para a Venezuela. Segundo o Itamaraty, com a incorporação da Venezuela ao Mercosul, o bloco econômico passou a ter um território de 12,7 milhões de quilômetros quadrados, o equivalente a 72% da área da América do Sul, estendendo-se da Patagônia ao Caribe, consolidando-se como potência energética global.*Com informações da Agência Venezuelana de NotíciasEdição: Aécio Amado

Agência Brasil Agência Brasil
publicidade