Política

publicidade
21 de janeiro de 2011 • 07h44 • atualizado às 07h51

WikiLeaks: Roseana Sarney fez operações em paraísos fiscais

 

Documentos em poder do executivo suíço Rudolf Elmer revelam que a governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), além do seu marido, Jorge Murad, fizeram operações secretas no banco Julius Baer das Ilhas do Canal e Ilhas Virgens, dois conhecidos paraísos fiscais. Elmer entregou, na última segunda-feira, uma lista com nomes de 2 mil empresários e políticos acusados de movimentação ilícita de dinheiro ao fundador do site WikiLeaks, Julian Asange. As informações são do jornal O Globo.

Os nomes de Roseana e Jorge Murad aparecem associados à Coronado Trust-JBTC, uma empresa aberta nas Ilhas Virgens para gerenciar a Coronado Trust e, assim, dificultar mais a identificação dos verdadeiros donos do negócio. O repasso foi registrado em 27 de setembro de 1993. Segundo o jornal, Roseana e Murad fundaram a Coronado Trust em 1993 e a mantiveram aberta até 1999. Procurados pelo jornal O Globo, Roseana e Jorge Murad confirmaram a existência da Coronado Trust.

Redação Terra