1 evento ao vivo

Três maiores bancadas se reúnem para indicar cargos ao Senado

31 jan 2011
12h41

Os três partidos com maior número de senadores - PMDB, PT e PSDB - se reúnem nesta segunda-feira para definir suas indicações para cargos na Mesa Diretora e para a presidência de comissões da Casa na 54ª legislatura, que começa na quarta-feira, diz a Agência Senado.

O senador eleito Eunício Oliveira (PMDB-CE) deverá ser indicado pelo seu partido para presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Essa indicação deve ser confirmada durante reunião da bancada do PMDB marcada para as 15h no gabinete da Liderança do partido. Os senadores peemedebistas também decidirão o nome do líder da legenda para a próxima legislatura. Segundo Eunício Oliveira, o mais provável é que o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) permaneça no cargo.

Além da presidência do Senado, o partido, dono da maior bancada no Senado Federal (20 senadores), pleiteia a 2ª vice-presidência da Casa. O nome mais cotado para a vaga, de acordo com Eunício Oliveira, é o do senador eleito Wilson Santiago (PMDB-PB).

Já a bancada petista do Senado também se reúne nesta tarde. A legenda, que terá 15 senadores a partir da posse dos eleitos em outubro (marcada para esta terça-feira, definirá se Marta Suplicy (PT-SP) ou José Pimentel (PT-CE) será indicado à 1ª vice-presidência da Casa.

Em reunião realizada no último dia 27, o partido informou que pretende fazer um rodízio no cargo (um ano para cada pretendente). Também ficou decidido que o rodízio deverá ser aplicado às presidências das comissões. Para a presidência da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) serão indicados os senadores Eduardo Suplicy (PT-SP) e Delcídio Amaral (PT-MS).

A bancada do PSDB também tem encontro marcado. Os dez senadores que vão compor a bancada do partido no Senado Federal vão definir a indicação de nomes. De acordo com o líder da legenda, senador Alvaro Dias (PSDB-PR), a expectativa do partido é ficar com a 1ª secretaria da Mesa. O parlamentar informou também que deve continuar na liderança dos tucanos.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade