3 eventos ao vivo

SP: Nelson Brambilla é o novo prefeito de Araras

19 jul 2010
08h51
atualizado às 09h01

Araras, no interior de São Paulo, tem um novo governo. Nelson Brambilla, do PT, foi eleito com 56,3% dos votos nas eleições suplementares de domingo. Pedro Eliseu, do PSL, foi o derrotado com 43,6% dos eleitores. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo, a nova eleição foi convocada depois da condenação de Eliseu, prefeito eleito em 2008, e do vice, Agnaldo Píspico, na época do DEM, por abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação. No total, 72,3 mil eleitores compareceram às urnas.

Seis cidades tiveram eleições suplementares neste domingo e levaram cerca de 130 mil eleitores às urnas em Apiacá (ES), Araras (SP), Riachão do Dantas (SE), São Francisco do Maranhão (MA), Isaías Coelho e Nossa Senhora dos Remédios - estes dois últimos no Piauí. As cidades tiveram seus administradores cassados pela Justiça Eleitoral.

Em Nossa Senhora dos Remédios, Francisco Pessoa Brito (PSDB), o Tintin, venceu. A Justiça Eleitoral do município do Piauí divulgou o resultado por volta das 18h30. Tintin obteve 2.396 votos válidos pela coligação "A mudança é agora", que contou com o apoio do PV. Pedro Pereira Veras Filho (PTB) ficou em segundo lugar com 1.877 votos válidos, e o prefeito interino Carlos Alberto Fortes Couto (PP) obteve 978 votos. Durante o pleito, o ex-prefeito Ronaldo Lagesn (PT) foi detido acusado de perturbar a eleição.

Em Isaías Coelho, a cerca de 400 km de Teresina (PI), sob escolta de tropa federal, os eleitores elegeram a professora Maria do Espírito Santo Castelo Branco (PMDB). O município passou por novas eleições após ter o prefeito cassado por compra de votos. Maria teve 2.516 votos válidos. O seu adversário e ex-prefeito, Waldemar Mauriz Filho (PSB), obteve 2.131 votos.

São Francisco do Maranhão
Em São Francisco do Maranhão, a 750 km da capital São Luís, 71,62% dos cerca de 8,5 mil eleitores compareceram às urnas e elegeram Francisco Ademar dos Santos (DEM), conhecido como Chico Pechó, como novo prefeito. Ele recebeu 3.777 votos, o equivalente a 67,48% dos votos válidos e concorreu com Valdivino Alves Nepomuceno (PDT), que obteve 1.820 votos, 32,52% dos votos válidos.

Segundo o TRE-MA, a eleição foi a terceira no município do Maranhão em dois anos - Pechó articipou dos três pleitos. Em outubro de 2008, ele ficou apenas com seis votos a menos que Jônatas Almeida (PDT). No entanto, o processo foi anulado depois que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassou o prefeito eleito e o resultado ficou com mais de 50% dos votos válidos nulos.

Em fevereiro, o democrata concorreu novamente e venceu Neto Soares (PT), com 1.121 votos de diferença. No entanto, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cancelou a eleição. Somente quem já havia votado em 2008 votou no processo do início do ano. No entanto, para a Justiça Eleitoral, o pleito deveria contemplar os cadastrados até 2009. Na eleição de hoje, todos os eleitores tiveram direito ao voto.

Apiacá
Em Apiacá (ES), o Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES) divulgou no início da noite a vitória de Humberto Alves de Souza (PRP), com 59,62% dos votos válidos. Ao todo, 4.674 eleitores compareceram às urnas - quase 75% do número de votantes no município, com abstenção de 25%.

Riachão do Dantas
No Sergipe, os eleitores do município de Riachão do Dantas elegeram neste domingo Ivanildo Macedo dos Santos (PTdoB) para prefeito, com 55,07% dos votos válidos. A apuração foi concluída às 19h20, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Sergipe (TRE-SE). Dos mais de 15 mil eleitores aptos para o pleito, 11,7 mil compareceram às urnas.

Com informações da Agência Brasil.

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade