0

Relator retira palavra 'ética' do novo código de conduta do Senado

6 ago 2013
19h04
atualizado às 19h06
  • separator
  • 0
  • comentários

O relator das mudanças do Regimento Interno do Senado Federal, Lobão Filho (PMDB-MA), retirou do texto a palavra "ética" do novo código de conduta da Casa. O parlamentar diz que excluiu o termo do juramento que o parlamentar é obrigado a fazer quando assume um mandato. Ele justificou a iniciativa dizendo que o juramento fica hoje tal como era antes, já que a ética estaria implícita na atividade de qualquer pessoa. As informações são da Globonews.

Em outros pontos, Lobão Filho também fez mudanças, as quais ele chamou de “sugestões técnicas”. Na norma que obriga o parlamentar a informar seus dados bancários e fiscais e dos parentes em até segundo grau para assumir o mandato, o senador disse que a Casa não pode fazer a exigência relativa aos familiares no Regimento Interno. Outra mudança sugerida por Lobão Filho envolve a regra que diz que qualquer parlamentar pode ser denunciado na Corregedoria se praticar ato de má conduta fora do prédio do Congresso Nacional. Segundo Lobão Filho, as alterações no Regimento Interno ainda serão debatidas pelos senadores e não devem entrar em vigor agora.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade