PUBLICIDADE

PT quer saída de funcionário do Metrô-SP com conta no HSBC

Dois envolvidos no escândalo do Metrô de São Paulo tinham contas secretas no HSBC da Suíça; além de afastamento, PT quer abertura de investigação

25 mar 2015 16h47
| atualizado às 16h57
ver comentários
Publicidade

O diretório estadual do PT-SP apresentou nesta quarta-feira uma solicitação ao Ministério Público para que abra uma investigação a respeito da suspeita de envolvimento de um ex-diretor e de um atual funcionário do Metrô-SP no caso das contas secretas abertas no banco HSBC da Suíça. O partido pede, ainda, que o atual empregado seja afastado.

Em nota enviada à imprensa, o PT cita documentos veiculados na imprensa que afirmam que o engenheiro Paulo Celso Mano Moreira da Silva, atual funcionário da companhia, e o ex-diretor e também engenheiro Ademir Venâncio de Araújo, que trabalhou no Metrô de 1989 a 1999, abriram contas no HSBC da Suíça justamente no período sobre o qual há suspeita de que o Metrô tenha realizado irregularidades em dois aditivos firmados em julho de 1989 com a empresa francesa Alstom.

<p>Banco HSBC</p>
Banco HSBC
Foto: Toby Melville / Reuters

O caso Alstom está sendo avaliado pela Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da Capital, que ajuizou ação civil pública de responsabilidade por ato de improbidade administrativa contra quatro ex-diretores do Metrô – entre eles Araújo e Moreira da Silva –, quatro diretores da Alstom e contra a empresa Alstom Brasil Ltda. De acordo com a ação, os dois aditivos firmados ilegalmente causaram prejuízos de R$ 4 milhões aos cofres públicos.

“O PT-SP entende que a gravidade dos fatos divulgados pelo Consórcio Internacional de Jornalismo Investigativo (ICIJ), que através de documentos aponta a existência das contas secretas na Suíça, exige apuração profunda sobre o caso, de modo que o afastamento preventivo de Paulo Celso Mano de suas funções salvaguarda o interesse público de qualquer influência direta nas investigações”, diz a nota.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade