0

Política

PT ataca Cunha por pedido de impeachment: "chantagem barata"

Agência PT
2 dez 2015
20h33
atualizado em 4/12/2015 às 17h15
  • separator
  • comentários

A reação inicial das lideranças do PT na Câmara e no Senado foi classificar como golpe a decisão do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, de aceitar um pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

A coletiva de imprensa de Cunha em que anunciou a decisão foi transmitida pelo perfil no Twitter da liderança do PT na Câmara (@PTnaCâmara) com o título “Cunha anuncia início do golpe”.

Com a confirmação do acolhimento do pedido de impeachment, o perfil da liderança do PT no Senado (@PTnoSenado) publicou a avaliação de que Cunha partiu para “chantagem barata” após se sentir acuado pelo partido no Conselho de Ética, que analisa processo que pede a cassação do presidente da Câmara por ter mentido em CPI da Petrobras.

Foto: Reprodução

Pouco depois, o presidente do PT, Rui Falcão, escreveu em seu Twitter: “Golpistas não passarão! #NãoVaiTerGolpe #DilmaFica”. A hashtag #NãoVaiTerGolpe está sendo amplamente utilizada na rede de microblogs em apoio à presidente Dilma.

A liderança do PT na Câmara questiona ainda a idoneidade de Cunha para aceitar o pedido de impeachment. “Eduardo Cunha, prestes a virar réu no STF, é o novo candidato a Nero. Não passará sua tentativa de golpe. E como ele passará à história?", diz a publicação.

O Financista Todos os direitos reservados

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade