6 eventos ao vivo

Psol protocola representação contra Sarney por suposto desvio

10 fev 2010
12h55
atualizado às 14h57

O Psol protocolou nesta quarta-feira na Procuradoria Geral da República uma representação contra o presidente do Senado, José Sarney. Segundo o partido, auditoria da Controladoria Geral da União (CGU) aponta que a Fundação Sarney, da qual o senador é presidente vitalício, desviou R$ 129 mil de recursos vindos da Petrobras.

De acordo com a legenda, a auditoria indica que o valor foi desviado para despesas de custeio da fundação, como energia, impostos e refeições, enquanto que o contrato da Petrobras previa que as verbas, no total de R$ 1,3 milhão, deveriam ser destinadas a preservação do acervo e à modernização dos espaços físicos da fundação.

Ainda segundo o Psol, a CGU aponta que a entidade é suspeita de usar notas frias e com divergências de valores, uso de empresas fantasmas e de fachada, contratações irregulares, ausência de comprovação de serviços, entre outras suspeitas.

Assinam o documento os deputados federais Ivan Valente (SP - líder do partido), Chico Alencar (RJ) e Luciana Genro (RS).

O senador já afirmou anteriormente, por sua assessoria de imprensa, que "nunca teve participação na administração da fundação, sendo apenas seu presidente de honra".

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade