0

Psol é partido de 'veados', diz Bolsonaro após representação

18 mai 2011
13h22
atualizado às 13h28
Luciana Cobucci
Direto de Brasília

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) respondeu ao pedido de investigação protocolado na manhã desta quarta-feira pelo Psol no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados com ofensas ao partido. "O Psol é um partido de 'pirocas' e de 'veados'", disse.

O Psol pediu hoje investigação a respeito das ofensas feitas por Bolsonaro à senadora Marinor Brito (Psol-PA) na última quinta-feira, após uma reunião da Comissão de Direitos Humanos do Senado. Bolsonaro distribuía, na porta da reunião, um folheto "antigay", criticando o kit distribuído pelo Ministério da Educação às escolas públicas na tentativa de diminuir o preconceito contra homossexuais. Na ocasião, os parlamentares travaram um bate-boca e houve troca de insultos.

"Eu estou me 'lixando' para a senadora. Eu vou responder à senadora num papel higiênico. A imagem está lá, ela me deu uma porrada, me xingou de homofóbico, de corrupto e de assassino, daí eu estou errado, feri a feminilidade dela? As mulheres do Brasil que me desculpem, mas não são iguais a ela não", afirmou.

Senadora Marinor Brito (PSOL-PA) e deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) bateram boca
Senadora Marinor Brito (PSOL-PA) e deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) bateram boca
Foto: Márcia Kalume / Agência Senado
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade