0

Procuradoria pede investigação de denúncias de corrupção contra Lula

6 abr 2013
14h43
atualizado às 15h11
  • separator
  • 0
  • comentários

A Procuradoria da República no Distrito Federal solicitou que a polícia averigue uma denúncia de desvio de fundos da empresa portuguesa Telecom para o Partido dos Trabalhadores (PT), que supostamente contou com o aval do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante seu primeiro mandato.

O Ministério Público Federal em Brasília pediu que a polícia "instaure uma investigação" para esclarecer uma denúncia feita em setembro pelo publicitário Marcos Valério Fernandes, condenado a 40 anos de prisão por participar de uma vasta rede de corrupção, financiando campanhas do PT e subornando deputados.

Em um breve comunicado, a Procuradoria diz que o empresário afirmou que uma provedora da Telecom em Macau injetou US$ 7 milhões no PT através de contas bancárias do exterior, em uma declaração feita em 24 de setembro.

Nessa declaração, Marcos Valério assegurou que recebeu o aval do PT para discutir com a empresa portuguesa a contribuição econômica. Além disso, disse que para cumprir com esse objetivo, viajou para Lisboa em 2005 para se reunir com o então presidente da companhia de telecomunicações, Miguel Horta.

O publicitário acrescentou que o ex-presidente Lula, que não esteve entre os 36 acusados do denominado "julgamento do século" que acabou com a condenação de 25 pessoas, conhecia a rede, a aprovou e obteve benefícios econômicos "pessoais". Trata-se da primeira investigação formal aberta para analisar o conteúdo das polêmicas declarações feitas pelo publicitário em setembro.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade