0

Possível 32ª legenda do País, Partido Militar sonha com Joaquim Barbosa

31 mai 2013
10h41
atualizado às 10h42
  • separator
  • comentários

O Partido Militar do Brasil (PMB) poderá se transformar no 32º partido político inscrito no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O processo de registro está em tramitação na Justiça Eleitoral e, segundo o seu idealizador, capitão Augusto Rosa, já houve a publicação do estatuto no Diário Oficial da União, já tem CNPJ e mais de 300 mil assinaturas em todo o País. Pela regra do TSE, o partido precisa ter 485 mil nomes e abrangência nacional para obter o registro.

<p>Joaquim Barbosa é o 'sonho de consumo' dos diretores do PMB</p>
Joaquim Barbosa é o 'sonho de consumo' dos diretores do PMB
Foto: AFP

O idealizador do partido qualifica a sigla de centro-direita e revela um sonho: obtendo o registro, o PMB vai convidar o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Joaquim Barbosa, para ser o candidato da agremiação nas eleições presidenciais de 2014. Para lançar candidato às eleições do próximo ano, o PMB precisa entregar a composição de sua chapa ao TSE até setembro.

"A postura do ministro Joaquim Barbosa diante de grandes escândalos, como no caso do mensalão, comprova a sua intolerância quanto à corrupção. Essa postura vem ao encontro aos ideais do PMB, que está em busca de candidatos que possam resgatar a moralidade na política nacional", disse o militar.

Jornal do Brasil Jornal do Brasil

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade