3 eventos ao vivo

Por apoio paulista, Aécio coloca aliados de Serra e Alckmin na direção do PSDB

17 mai 2013
08h12
atualizado às 08h12
  • separator
  • 0
  • comentários

Na tentativa de conquistar aliados paulistas, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) deve entregar postos da Executiva do partido para nomes indicados pelo governador Geraldo Alckmin e pelo ex-governador José Serra. Segundo informações do Jornal O Estado de S. Paulo, o acordo possui uma espécie de “cláusula de segurança”: em caso de afastamento ou ausência da presidência do partido, Aécio escolherá entre os integrantes do colegiado seu substituto. Após a negociação com o governador paulista, Aécio aceitou integrar à direção dois paulistas ligados a Serra: o deputado Mendes Thame, que será o novo secretário-geral, e o ex-governador Alberto Goldman, que continuará na vice-presidência - o cargo, porém, passará por reformulação.

Outro aliado de Serra que deve ter participar na direção é o vereador Andrea Matarazzo. A nova direção será eleita em convenção no sábado, quando Aécio se elegerá presidente do PSDB, no lugar do deputado Sergio Guerra (PE). A aliança foi costurada numa tentativa de construir um apoio fundamental do maior colégio eleitoral do País para levar em frente o projeto presidencial de Aécio para 2014. Por outro lado, a ação ajuda a estancar a movimentação de Serra, que ameaça deixar o PSDB, alegando falta de espaço.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade