PMDB confirma desejo de presidir comissão do programa Mais Médicos

Partido tem prerrogativa por ser uma das legendas de maior bancada

7 ago 2013
13h01
atualizado às 13h03
  • separator
  • 0
  • comentários

O senador João Alberto (PMDB-MA) será o presidente da comissão mista que analisará a medida provisória que cria o programa Mais Médicos (MP 621/13) e o deputado Rogério Carvalho (PT-SE) o relator.

Apesar de estar prevista a eleição para presidente e relator da comissão, pelo regimento interno do Senado e da Câmara, o PMDB e o PT têm a prerrogativa de indicar os nomes que vão ocupar os cargos, por serem as legendas de maior bancada.

Durante reunião de líderes da base governista da Câmara e do Senado nesta quarta-feira, os dois partidos deixaram claro que não abrirão mão disso, apesar do mal-estar criado ontem pelo líder do bloco União e Força, Gim Argello (PTB-DF).

Ontem, na reunião da base aliada do Senado com a presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto, Argello disse que indicaria para a presidência da comissão mista o senador Eduardo Amorim (PSC-SE).

Para resolver o problema, o líder do PT na Câmara, José Guimarães (CE), disse, ao deixar a reunião, que a ideia é oferecer ao indicado de Gim o cargo de relator revisor da matéria quando a proposta for para o Senado. O entendimento no entanto, não foi confirmado pelo líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM). Segundo ele, uma alternativa será negociada até as 14h, quando a comissão será instalada.

A comissão é formada por 42 membros do Senado e da Câmara, que terão 30 dias para emitir parecer de votação da MP. A expectativa do governo é ter a matéria aprovada nas duas casas até setembro.

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/educacao/infograficos/revalida/" href="http://noticias.terra.com.br/educacao/infograficos/revalida/">Revalida: exame justo ou feito para reprovar?</a>

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/infograficos/iframe-mais-medicos/medico.htm" href="http://noticias.terra.com.br/infograficos/iframe-mais-medicos/medico.htm">veja o infográfico</a>
Agência Brasil Agência Brasil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade