1 evento ao vivo

"O muro deve vir abaixo", diz Lula na Cisjordânia

17 mar 2010
07h15
atualizado às 07h26
Gabriel Toueg
Direto de Ramallah

Durante evento na Muqata, sede do governo da Autoridade Nacional Palestina (ANP), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou o muro erguido por Israel nos territórios palestinos e a política israelense de assentamentos e que a construção em colônias deve ser interrompida, em Ramallah, na Cisjordânia. "O bloqueio a Gaza não pode continuar. O muro deve vir abaixo. O mundo não suporta mais muros", disse Lula ao lado do presidente da ANP, Mahmoud Abbas.

Lula cumprimenta Mahmud Abbas em Belém
Lula cumprimenta Mahmud Abbas em Belém
Foto: Ricardo Stuckert/PR / Divulgação

"O povo palestino precisa estar coeso em uma voz que respeite Israel e represente os palestinos", disse o presidente brasileiro em provável referência ao Hamas, que não mantém conversações com o Fatah, do presidente Abbas.

Lula afirmou que volta mais otimista do que quando chegou à região. O político brasileiro ainda inaugurou uma rua com o nome de Brasil em Ramallah. O presidente agora deixa a Cisjordânia e pega um avião para Amã, na Jordânia.

Fonte: Especial para Terra
publicidade