1 evento ao vivo

No RJ, Daniela Mercury ataca Feliciano: "se tem algum diabo aqui, é ele"

14 abr 2013
01h25
atualizado às 09h03
  • separator
  • 0
  • comentários


Depois de assumir publicamente sua bissexualidade, a cantora Daniela Mercury disparou contra o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. No final de seu show no “Viradão Carioca”, no Parque Madureira, zona norte do Rio de Janeiro, Daniela não economizou nas críticas ao pastor evangélico que está na berlinda das discussões do País.

“Ele mostra preconceito contra os negros. O que é isso? Mais de 50% desse país é negro. Vá pra 'pqp'”, gritou a cantora, na parte final de seu show. “Se tem algum diabo aqui, é ele”, completou.

Para Daniela, é inadmissível a permanência a permanência de Feliciano à frente da comissão da Câmara que defende as minorias. “Quem não respeita a Constituição, não pode estar no poder deste país”, observou.

A cantora disse considerar que a situação de Feliciano é uma vergonha que está em todos os jornais do mundo. Segundo a cantora, caso Feliciano permaneça, não haverá problema, já que a defesa dos direitos das minorias não precisa de defesa de comissão alguma.

“Sempre aprendi a respeitar os outros. Esse deputado não me representa”, emendando em seguida. “A gente pede socorro. Exigimos que pessoas que não respeitam a Constituição não nos representem”, disse, em meio a interpretações  do Hino Nacional, de Brasil, de Cazuza, e de Asa Branca, de Luiz Gonzaga.

A companheira de Daniela, Malu Verçosa, acompanhou o show. “Essa é a melhor festa que eu já tive, com minha esposa e com o Brasil”, complementou.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade