0

Metrô de SP recebe proposta única em licitação para obras da Linha 6

1 nov 2013
09h35
atualizado às 09h35
  • separator
  • comentários

A Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos de São Paulo (STM) recebeu na quinta-feira uma proposta única para a licitação que permitirá a construção da Linha 6-Laranja do metrô. O consórcio Move São Paulo - formado pelas empresas Odebrecht Transport, Queiroz Galvão, UTC Participações S/A e Eco Realty Fundo de Investimento em Participações - ofereceu contraprestação anual de R$ 606.787.363,80 por 19 anos de operação comercial da linha, mais seis anos de implantação. O investimento total é estimado em R$ 8,9 bilhões - as obras serão realizadas por Parceria Público-Privada (PPP).

<a data-cke-saved-href="http://www.terra.com.br/noticias/infograficos/metro-novas-estacoes/iframe.htm" href="http://www.terra.com.br/noticias/infograficos/metro-novas-estacoes/iframe.htm">veja o infográfico</a>

A nova linha do metrô deve atender mais de 600 mil passageiros por dia - ela ligará a vila Brasilândia, na zona norte de São Paulo, à estação São Joaquim, que já atende à Linha 1-Azul. A Linha 6-Laranja passará por 15 estações, com 15,9 quilômetros de extensão, atendendo os bairros Brasilândia, Freguesia do Ó, Pompeia, Perdizes, Sumaré e Bela Vista.

Conhecida como linha das universidades, ela passará por vários institutos de educação: Universidade Paulista (Unip), Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), Universidade Presbiteriana Mackenzie, Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Faculdade Metropolitanas Unidas (FMU).

A construção deve começar em 2014 e tem prazo para ficar pronta até 2020.O Estado pagará pelas desapropriações, que custarão $ 673,64 milhões a mais.

 

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade