0

Marta Suplicy será a candidata do PT a 1ª vice do Senado

1 fev 2011
10h44
atualizado às 11h43

A senadora Marta Suplicy (SP) é a candidata do PT a primeira vice-presidente do Senado no primeiro ano da nova legislatura que começa nesta terça-feira, disse o líder do PT na Casa, Humberto Costa (PE). Segundo ele, a bancada havia indicado tanto Marta quanto José Pimentel (CE) para a primeira vice-presidência, e os dois chegaram ao entendimento de que a ex-prefeita ocupará o cargo no primeiro ano e o ex-ministro da Previdência no segundo.

Marta Suplicy chega ao Congresso Nacional para tomar posse como senadora
Marta Suplicy chega ao Congresso Nacional para tomar posse como senadora
Foto: Cláudia Andrade / Terra

"Foi um acordo entre eles", resumiu Costa. A primeira vice-presidência é estratégica, pois responde pela Casa na ausência do presidente. Na legislatura anterior, esse cargo foi ocupado pelo então senador Marconi Perillo (GO), do oposicionista PSDB. Agora, o governo tem a chance de ter aliados na presidência e na primeira vice-presidência do Senado.

O senador José Sarney (PMDB-AP) deve se reeleger para a presidência do Senado nesta terça-feira. A senadora Marta Suplicy agradeceu a indicação e disse que o fato de ser mulher e ocupar esse cargo vai na mesma direção do discurso de Dilma de ampliar a participação feminina na política. "Nosso partido sempre esteve à frente nesse sentido", disse ela.

O líder do PT disse ainda que a composição da Mesa Diretora do Senado deverá ser feita de acordo com o tamanho das bancadas de cada partido. Mas, para beneficiar os blocos partidários, o PT vai transferir ao PR uma das secretarias a que tem direito, que ficará com o senador João Ribeiro (PR-TO). Já com relação às comissões, Costa disse que as conversas prosseguem. O PT quer a distribuição de acordo com tamanhos dos blocos, enquanto PMDB e a oposição preferem o critério de tamanho dos partidos. Por trás desse debate regimental está a disputa pela cobiçada presidência da Comissão de Infraestrutura, desejada tanto por PT quanto por PSDB.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
publicidade