0

Marina diz que não discute "possibilidades" de candidatura com Campos

9 out 2013
03h40
atualizado às 03h40
  • separator
  • comentários

Aliada do governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) na disputa pela presidência, a ex-senadora Marina Silva declarou que ainda não há uma definição sobre a posição que cada um deles adotará na candidatura. "Para nós não interessa agora ficar discutindo as posições. Nós dois somos possibilidades e sabemos disso. Que possibilidade seremos o processo irá dizer e estamos abertos a esse processo", declarou, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo desta quarta-feira.

Marina explicou sua opção de aliança após a negação de registro à Rede, partido político da qual é militante. " nos dedicarmos ao registro da Rede ou à possibilidade de uma anticandidatura (...) para mim seria confortável. A outra coisa era procurar outro partido, e o PPS era o que mais se aproximava dessa possibilidade, porque não seria um partido com fragilidade em termos de representação social, ninguém poderia dizer olha, é uma pura e simples sigla de aluguel'. Então é coerente", declarou. Por outro lado, voltou a declarar que a condição é transitória. "A Rede não está se fundindo com o PSB, não sou uma militante do PSB. É uma filiação democrática transitória. Sou a porta-voz da Rede, militante da Rede. Meu partido é a Rede", disse.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade