0

Lula empossa dez novos ministros de Estado

31 mar 2010
11h40
atualizado às 15h08
Laryssa Borges
Direto de Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva empossou nesta quarta-feira dez novos ministros de Estado que assumem o primeiro escalão do Executivo Federal em substituição aos titulares, que são obrigados a deixar suas pastas para poderem se candidatar nas eleições de outubro. Detentores de cargos públicos que pretendem disputar postos eletivos têm até o dia 3 de abril para deixar as funções que ocupam e poderem atender às exigências da Justiça Eleitoral.

Lula participa da cerimônia de nomeação de novos ministros
Lula participa da cerimônia de nomeação de novos ministros
Foto: Ricardo Stuckert/PR / Divulgação

Além da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, ungida pré-candidata governista à Presidência da República, deixam o governo os titulares da Agricultura, Previdência, Comunicações, Desenvolvimento Social, Minas e Energia, Igualdade Racial, Transportes, Integração Nacional e Meio Ambiente.

Ao todo, 70% das trocas serão consolidadas com a nomeação dos secretários-executivos, cargo 'número dois' na hierarquia dos ministérios. Confira o quadro de ministros:

- Agricultura: Sai Reinhold Stephanes, que pretende concorrer ao cargo de deputado federal, e entra o presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Wagner Rossi.

- Casa Civil: Sai Dilma Rousseff, pré-candidata do PT ao Palácio do Planalto, e entra a secretária-executiva da pasta, Erenice Guerra.

- Comunicações: Hélio Costa deixa o posto para disputar o governo de Minas Gerais. Em seu lugar assume o chefe de gabinete do ministério, José Arthur Filardi Leite.

- Desenvolvimento Social: Patrus Ananias, pré-candidato ao governo de Minas Gerais, deixa o cargo para a entrada da assistente social Márcia Lopes.

- Igualdade Racial: Edson Santos será exonerado por querer concorrer a uma vaga de deputado federal pelo Rio de Janeiro e será substituído pelo secretário-executivo Elói Araújo.

- Integração Nacional: Geddel Vieira Lima, que pretende ser candidato ao governo da Bahia, deixa o cargo. Assume o secretário-executivo João Santana.

- Meio Ambiente: Carlos Minc deixa o cargo para concorrer a uma vaga de deputado estadual pelo Rio de Janeiro. Passa a responder pela pasta a secretária-executiva Izabella Teixeira.

- Minas e Energia: Edison Lobão, que deixa o governo para tentar a reeleição no Senado ou o posto de governador do Maranhão, será substituído pelo secretário-executivo Márcio Zimmermann.

- Previdência Social: José Pimentel deixa o posto para disputar uma vaga de senador pelo Ceará. Assume o secretário-executivo Carlos Eduardo Gabas.

- Transportes: Alfredo Nascimento será exonerado para concorrer a uma vaga de governador do Amazonas. Em seu lugar assume o secretário-executivo Paulo Sérgio Passos.

Fonte: Especial para Terra
publicidade