1 evento ao vivo

Lula diz que vai ao Irã levar proposta de paz

5 mai 2010
15h32
atualizado às 16h00
Sandro Lima
Direto de Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, nesta quarta-feira, que viajará ao Irã no dia 15 de maio para negociar um acordo entre o Irã e a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA). "Se houver possibilidade de construir junto com a agência, junto com os países que participam do Conselho de Segurança e junto com o Irã uma proposta que seja aceita pelos dois lados, seria tudo que o mundo precisa, por que o mundo precisa de paz para se desenvolver, para crescer economicamente e para melhorar a vida do povo", afirmou Lula.

O Irã declara querer produzir energia nuclear com fins pacíficos, mas os Estados Unidos se opõe, por entender que o Irã pretende produzir armas nucleares. Para isso, trabalha para obter sanções contra o Irã no âmbito do Conselho de Segurança das Nações Unidas. O Brasil defende uma solução negociada e o direito do Irã de produzir energia nuclear.

Lula avaliou como positivas as declarações do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, de que aceitaria uma eventual mediação brasileira para retomar o acordo nuclear apoiado pela AIEA. "Se o Brasil puder dar uma contribuição pode estar certo de que vamos dar", disse o presidente. "Queremos paz. Uma guerra tem dia para começar, mas não tem dia para terminar e a paz é eterna", afirmou.

"O avanço que o Brasil quer conseguir nessa minha viagem ao Irã e nessas conversas que temos feito com o Irã, com a China, com a Índia, com a África do Sul, com os Estados Unidos e com a França é de garantir que haja paz no mundo, que haja uma política de desarmamento efetiva no mundo com relação às armas nucleares", disse o presidente Lula.

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

publicidade