1 evento ao vivo

Dilma não vai a Olímpia para cerimônia da tocha da Rio 2016

8 abr 2016
09h33
atualizado às 09h53
  • separator
  • comentários

A presidente Dilma Rousseff cancelou viagem que faria à Grécia este mês para acompanhar a cerimônia de acendimento da tocha dos Jogos Olímpicos Rio 2016 na cidade de Olímpia, informou o comitê olímpico da Grécia nesta sexta-feira, em meio à tramitação do processo de impeachment no Congresso Nacional.

Cerimônia de acendimento da tocha dos Jogos Olímpicos na cidade de Olímpia
Cerimônia de acendimento da tocha dos Jogos Olímpicos na cidade de Olímpia
Foto: Reuters

Segundo os gregos, havia a previsão de que Dilma comparecesse ao evento em Olímpia em 21 de abril ao lado do presidente grego, Prokopis Pavlopoulos, e do chefe do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach.

A cerimônia vai ocorrer dias após a data prevista para a votação do pedido de abertura do processo de impeachment de Dilma pelo plenário da Câmara dos Deputados, em 17 de abril. Se for aprovado, o processo será encaminhado ao Senado.

"A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, cancelou sua presença no evento, de acordo com informação fornecida ao Comitê Olímpico Helênico pela embaixada do Brasil", disse o comitê grego.

O Palácio do Planalto confirmou que Dilma não viajará à Grécia, mas disse que a visita da presidente nunca esteve confirmada uma vez que a cerimônia de acendimento da tocha acontece no meio de dois eventos da ONU em Nova York com presença prevista da presidente, uma sessão especial da Assembleia-Geral da ONU sobre drogas e a assinatura do acordo de Paris sobre as mudanças do clima, nos dias 19 e 22 de abril.

A cerimônia da tocha realizada no local de origem dos Jogos Olímpicos da Grécia antiga tradicionalmente marca a contagem regressiva para a maior competição multiesportiva do mundo. O evento dá início ao revezamento da tocha olímpica até a cerimônia de abertura da Olimpíada.

O Rio vai receber os primeiros Jogos Olímpicos da América do Sul de 5 a 21 de agosto.

Dilma participa nesta sexta-feira da inauguração do Estádio Aquático Olímpico do Rio, que receberá as competições de natação dos Jogos.

(Reportagem de Karolos Grohmann; reportagem adicional de Lisandra Paraguassu em Brasília)

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade