0

EUA têm interesse em aprofundar presença no setor de energia no Brasil, diz Mercadante

19 jun 2015
12h20
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Investidores dos EUA têm interesse em “continuar e aprofundar” sua presença no setor de energia no país, particularmente em setores como geração solar e eólica, linhas de transmissão e redes de smart grid, além de petróleo e gás, disse nesta sexta-feira à Reuters o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante.

Ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, durante entrevista coletiva em Brasília.  24/03/2015
Ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, durante entrevista coletiva em Brasília. 24/03/2015
Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

“Vamos lançar o plano nacional de energia em agosto e eles têm grande interesse na área de energia. Manifestaram isso várias vezes. (Interesse em) energia eólica, solar, smart grid, transmissão”, disse o ministro, após participar de reunião do Fórum de Altos-Executivos Brasil-EUA, em Brasília.

Segundo Mercadante, outro tema que está sendo discutido entre os empresários e que pode ser tratado pela presidente Dilma Rousseff durante sua viagem aos Estados Unidos, no fim do mês, seria uma colaboração no setor de saúde, “na área de diagnóstico de baixo custo, para ampliar o acesso da população a esse serviço".

"O fórum de CEOs deve apresentar uma proposta”, disse o ministro. Outro item que está na pauta com os EUA é o plano brasileiro de expansão da banda larga de alta velocidade.

Veja também:

Bolsonaro faz novo exame para detectar covid-19
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade