0

Erenice Guerra substituirá Dilma na Casa Civil, diz jornal

30 jan 2010
03h27

A secretária-executiva da Casa Civil, Erenice Guerra, deverá substituir a ministra Dilma Rousseff na Casa Civil quando Dilma deixar o governo para disputar a eleição presidencial, segundo o jornal O Globo. Erenice foi personagem no escândalo dos cartões corporativos, em 2008, quando teria sido responsável por montar um dossiê com gastos de cartões corporativos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e da ex-primeira dama, Ruth Cardoso.

Segundo a reportagem, a gerência do Programa de Aceleração do Crescimento ficará com a petista Míriam Belchior, atual coordenadora do PAC e subchefe de Articulação e Monitoramento da Casa Civil. Erenice é considerada uma pessoa de "total confiança" de Dilma Rousseff, enquanto Miriam seria indicação do presidente Lula. Ao dividir a coordenação da pasta, a intenção manter o prestígio de Dilma e contemplar lideranças incomodadas com a ascensão de Erenice. O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, que foi cotado para a Casa Civil, deverá deixar o governo em abril.

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade