3 eventos ao vivo

Equipe de Aécio admite uso de aeroporto em Cláudio (MG)

30 jul 2014
11h20
atualizado às 11h24
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, durante entrevista à Reuters em Brasília. 02/04/2014.
Candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, durante entrevista à Reuters em Brasília. 02/04/2014.
Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

A equipe de campanha do candidato ao Planalto Aécio Neves (PSDB) produziu um documento no qual reconhece “voos ocasionais para a pista de Cláudio (MG)”.  A manifestação ocorre após a imprensa ter publicado que o governo mineiro gastou R$ 14 milhões para construir o aeroporto dentro de um terreno desapropriado da fazenda de um tio-avô de Aécio. Segundo a resposta da equipe do tucano, as operações ocasionais em aeroportos não homologados seriam permitidas de acordo com norma da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

"Os voos realizados pelo presidenciável Aécio Neves para a pista em Cláudio/MG foram feitos totalmente em conformidade com a legislação vigente. Trata-se de operações denominadas operação ocasional", diz o texto da campanha que foi produzido a pedido do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), segundo o jornal.

Segundo a norma citada pela nota, o operador do helicóptero poderia utilizar o local "desde que tenha tomado as providências cabíveis para garantir a segurança da operação da aeronave". Já a Anac diz que esse trecho do regulamento “só é válido para operações realizadas exclusivamente por helicópteros (aeronaves de asa rotativa), e em helipontos ainda não homologados".

Ainda de acordo com agência, tais aeroportos só podem ser utilizados para casos de "emergência em voo, para evitar incidente/acidente". A assessoria de Aécio não respondeu se ele utilizou aviões ou helicópteros.

Guia do eleitor Guia do eleitor

Coligações partidárias: Dilma, Aécio e Eduardo CamposColigações partidárias: Dilma, Aécio e Eduardo Campos

 

Veja também:

Último debate entre Trump e Biden tem tom mais ameno, mas com troca de acusações; veja destaques
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade