0

Em vídeo, Myrian Rios diz que babá lésbica poderia ser pedófila

27 jun 2011
15h23
atualizado às 16h58
  • separator
  • comentários

Um vídeo gravado durante uma reunião no plenário da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) causa polêmica na internet desde que foi postado, na última sexta-feira. Nas imagens, a atriz e deputada Myrian Rios (PDT) fala sobre homossexualismo e relaciona o assunto com pedofilia. Ao se posicionar contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que acrescenta a orientação sexual às formas de discriminação puníveis no Estado, Myrian insinua que uma babá gay poderia praticar pedofilia contra suas filhas.

"Digamos que eu tenha duas meninas em casa e contrate uma babá que mostra que sua orientação sexual é ser lésbica. Se a minha orientação sexual for contrária e eu quiser demiti-la, eu não posso. O direito que a babá tem de querer ser lésbica, é o mesmo que eu tenho de não querer ela na minha casa. Vou ter que manter a babá em casa e sabe Deus até se ela não vai cometer pedofilia contra elas. E eu não vou poder fazer nada", disse.

"Se eu contrato um motorista homossexual, e ele tentar, de uma maneira ou outra, bolinar meu filho, eu não posso demiti-lo. Eu quero a lei para demitir, sim, para mostrar que minha orientação sexual é outra", completou.

Antes das polêmicas comparações, a deputada chegou a afirmar não ter preconceito. "Não sou preconceituosa e não discrimino, mas preciso ter o direito de não querer um homossexual como meu empregado, eventualmente."

O Dia

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade