4 eventos ao vivo

Em vídeo, deputados suspeitos de propina agradecem 'benção'

30 nov 2009
11h59
atualizado às 12h24
Laryssa Borges
Direto de Brasília

Deputados distritais acusados de participar do suposto esquema de pagamento de propina organizado pelo governo de José Roberto Arruda (DEM) aparecem, em um dos vídeos sobre a investigação do escândalo, fazendo uma oração. Eles pedem a Deus que tire "pessoas ímpias e más" de seus caminhos e que proteja o secretário de Relações Institucionais da gestão do político democrata, Durval Barbosa. O deputado Júnior Brunelli, que em outro vídeo aparece recebendo maços de dinheiro, é quem pede a intervenção divina para a ajuda.

"Pai, quero te agradecer por estarmos aqui, sabemos que nós somos falhos, somos imperfeitos, mas é o teu sangue que nos purifica. Pai, nós somos gratos pela vida do Durval ter sido instrumento de bênção para nossas vidas, para essa cidade. Tantas são as investidas, Senhor, de homens malignos contra a vida dele, contra nossas vidas. Nós precisamos da Tua cobertura e dessa Tua graça, da Tua sabedoria, de pessoas que tenham, Senhor, armas para nos ajudar essa guerra. Acima de tudo, Senhor, todas as armas que podem ser falhas, todos os planejamentos podem falhar, todas as nossas atividades, mas o Senhor nunca falha", diz Brunelli na oração.

Único governador do DEM no Brasil, Arruda aparece em um vídeo, durante as investigações feitas pela PF, recebendo maços de dinheiro. As imagens foram gravadas por Durval Barbosa. Réu em mais de 30 processos, Barbosa denunciou o esquema por conta da delação premiada, acordo feito com a Justiça para diminuição de pena em uma eventual condenação judicial.

O suposto esquema do governo, cujos vídeos foram divulgados neste fim de semana, é resultado das investigações da operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal. O esquema de desvio de recursos públicos envolvia empresas de tecnologia para o pagamento de propina a deputados da base aliada.

"O Senhor tem pessoas para condicionar e levar o coração para onde o Senhor quer. A sentença é o Senhor que determina. O parecer, o despacho é o Senhor que faz acontecer. Nós precisamos do livramento da vida do Durval, dos seus filhos, dos seus familiares. O Senhor é a nossa Justiça", completa o parlamentar ao lado de outro deputado, o presidente da Câmara Legisltiva, Leonardo Prudente, e do próprio Durval Barbosa.

"Quero entregar essa equipe ímpia e má (que supostamente são contra os deputados) nas Suas mãos. Meu Deus, dá um jeito nessa situação, tira essas pessoas do nosso caminho, meu Pai", afirma na oração.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade