PUBLICIDADE

Temer será coordenador político da transição de Dilma

2 nov 2010 14h45
| atualizado às 15h19
Publicidade
Luciana Cobucci
Direto de Brasília

O vice-presidente eleito Michel Temer (PMDB) será o coordenador político da transição de governo da nova presidente Dilma Rousseff (PT). O anúncio foi feito nesta terça-feira (2), em documento enviado por Dilma ao presidente Lula, em atendimento à legislação, que exige que a relação de nomes que compõem a equipe de transição do governo seguinte seja entregue ao presidente atual.

A escolha de Temer para a coordenação política afasta informações de bastidores de que o PMDB não participaria da equipe de transição. Até agora, o nome de José Eduardo Dutra, presidente nacional do PT, estava sendo divulgado como o coordenador político da transição. Dutra será o coordenador geral da transição. Também integram a equipe de transição o ex-ministro da Casa Civil Antônio Palocci e o atual deputado federal José Eduardo Cardozo.

Os trabalhos da equipe de transição de Dilma devem começar na próxima segunda-feira (8), por determinação do presidente Lula.

José Eduardo Dutra disse nesta terça-feira, ao sair de reunião na casa de Dilma, que foi incumbido pela nova presidente de escutar as demandas dos partidos da chapa aliada. "Hoje começo a escutar como os partidos estão vendo a composição", disse.

Dutra afastou a possibilidade de que a conversa com os partidos será para definir ministérios e cargos no próximo governo. "Não se trata de formação de governo. Não haverá nessas conversas nenhuma definição sobre isso, essa é uma competência exclusiva da presidente", afirmou.

Segundo Dutra, a relação de pessoas que compõem a equipe de transição entregue nesta terça-feira ao presidente Lula tem 30 nomes, mas pode aumentar. "Pode ser que ao longo do processo esse número aumente, mas o limite permitido por lei é de 50 pessoas", declarou.

Dutra se reunirá hoje à noite com o vice-presidente eleito, Michel Temer (PMDB), na residência oficial do presidente da Câmara dos Deputados, para falar sobre as próximas atividades da equipe de transição.

Veja nota enviada pela assessoria de Dilma na íntegra:

A presidenta eleita Dilma Rousseff encaminhou ao presidente Luís Inácio Lula da Silva, em atendimento à legislação em vigor, a relação de nomes que deverão integrar a equipe técnica de transição. Na oportunidade, esclarece que a coordenação política dessa equipe será feita pelo Vice-Presidente eleito Michel Temer, pelo coordenador geral da campanha José Eduardo Dutra, e pelos Deputados Federais Antônio Palocci e José Eduardo Cardozo.

De acordo com o determinado pelo presidente Lula, os trabalhos da equipe técnica de transição serão realizados a partir do dia 8 de novembro.

Ao lado da candidata, durante comício no Rio de Janeiro em julho, Lula disse que colocaria a mão no fogo por Dilma
Ao lado da candidata, durante comício no Rio de Janeiro em julho, Lula disse que colocaria a mão no fogo por Dilma
Foto: Roberto Stuckert Filho / Divulgação
Fonte: Terra
Publicidade