Eleições

publicidade
09 de agosto de 2012 • 19h51 • atualizado em 13 de Fevereiro de 2013 às 19h46

RS: mesmo requisitada pelo PP, Ana Amélia garante apoio a Manuela

Senadora apoia candidata do PCdoB em Porto Alegre, mas cumpre agenda com o PP no resto do País
Foto: Nabor Goulart/Agência Freelancer / Divulgação
  • Déborah Salves
 

A senadora Ana Amélia Lemos (PP) afirmou nesta quinta-feira que a agenda cheia no apoio a candidatos de seu partido pelo Brasil não vai atrapalhar sua participação na campanha de Manuela D'Ávila, pleiteante do PCdoB à prefeitura de Porto Alegre. A pepista recebeu do partido uma agenda que inclui viagens a quatro estados onde há candidatos em capitais e outros dois em que há disputa em grandes cidades.

Veja o cenário eleitoral nas capitais
Veja quanto ganham os prefeitos e vereadores nas capitais brasileiras

"Em função das normas legais, não posso participar das gravações da propaganda de TV (de Manuela), mas posso ir a comícios e apoiá-la em redes sociais, porque não depende da minha presença física", disse a senadora ao Terra. Em julho, a parlamentar pediu licença de quatro meses do diretório municipal da capital gaúcha, onde a legenda apoia o atual prefeito e candidato do PDT, José Fortunati, rival da deputada federal.

"Posso gravar mensagens e vídeos para a internet, então estamos trabalhando nessa direção, ajustando a participação em eventos", relata, lembrando que esteve presente na inauguração do comitê suprapartidário da chapa encabeçada pela deputada federal e na recepção para o debate televisivo do último dia 2.

Apesar do afastamento em Porto Alegre, a agenda de Ana Amélia segue comprometida com o partido em níveis estadual e nacional. Ela afirma que participará ativamente das campanhas em São Luís (MA), Belém (PA), Palmas (TO) e Campo Grande (MS), além de em Maringá (PR), Santos (SP) e Araguaina (TO). Na tarde desta quinta, ela já gravava as primeiras participações em propagandas políticas para a TV - ao todo, segundo a senadora, serão mensagens para 230 das quase 900 cidades em que o partido tem candidatos a prefeito e vice-prefeito no País.

De acordo com a parlamentar, o pedido para participar ativamente das campanhas em diferentes estados partiu do presidente nacional do PP, Francisco Dornelles. "Isso me honra muito porque significa que o partido quer aproveitar a imagem do meu trabalho no Senado para um proveito eleitoral e fico feliz que possa ser positivo", afirmou.

Segundo ela, enquanto não há sessões deliberativas no congresso, ela trabalhará de dois a três dias no roteiro nacional organizado pela legenda, e usará outra parte do tempo para o trabalho no Rio Grande do Sul, também pelo PP. Neste fim de semana ela visita São Sebastião do Caí, Montenegro, Carlos Barbosa, Bento Gonçalves, Santa Maria, Uruguaiana e outros cinco municípios da região da fronteira e da Serra Gaúcha. No seguinte, é a vez de Passo Fundo, Ibiraiaras e Marau, entre outras da região.

Esta última cidade, segundo Ana Amélia, é uma das que considera especial no estado natal, devido à presença de Josué Francisco da Silva Longo na disputa pela prefeitura. A lista de "favoritas" da senadora também inclui a capital gaúcha e Lagoa Vermelha, cidade em que nasceu.

Terra