6 eventos ao vivo

RS: aos 27 anos, Eduardo Leite é eleito prefeito de Pelotas

28 out 2012
19h02
atualizado às 23h59

Com 100% dos votos apurados, Eduardo Leite (PSDB) está eleito para a prefeitura de Pelotas (RS) ao conquistar 110.823 dos votos no segundo turno das eleições. O tucano confirmou a vantagem conquistada no primeiro turno, quando foi o mais votado com 39,89% e superou o petista Fernando Marroni, cuja votação alcançou 83.079, nesta fase da disputa.

Confira quanto ganham os prefeitos e vereadores nas capitais brasileiras
Conheça os candidatos a prefeito de todo o País

Com apenas 27 anos, Eduardo Leite se elegeu prefeito de Pelotas tendo uma ampla coligação lhe dando suporte. Além dos nove partidos aliados no primeiro turno, o tucano contou com a adesão do DEM e de figuras importantes de outros partidos no segundo turno da disputa. Entre os apoiadores destacam-se a senadora gaúcha Ana Amélia Lemos (PP) e nomes de projeção nacional do PSDB como os senadores Aécio Neves e Álvaro Dias, que reforçaram a campanha de Leite na reta final da eleição.

Formado em Direito pela Universidade Federal de Pelotas, Leite iniciou sua carreira política como oficial de gabinete na Secretaria Municipal de Governo. No currículo do tucano está ainda o cargo de chefe de gabinete do prefeito Fetter Júnior (PP) e a eleição para a Câmara de Vereadores de Pelotas, na qual foi o mais votado entre os concorrentes do PSDB.

Com um discurso de inovação, Eduardo Leite derrotou Marroni, ex-prefeito e tradicional liderança da cidade. O tucano administrará uma das mais importantes cidades do Rio Grande do Sul e terá como vice-prefeita, Paula Mascarenhas (PPS). O jovem político é o responsável pela principal vitória do PSDB no Estado.

Segundo turno ocorre em 50 municípios
Mais de 31 milhões de eleitores foram às urnas neste domingo eleger o prefeito em 50 cidades do Brasil em que há segundo turno, sendo 17 capitais. O Terra, maior empresa latino-americana de mídia digital, faz a cobertura completa das eleições nas capitais e principais cidades do País e apuração de votos em tempo real.

O tucano confirmou a vantagem conquistada no primeiro turno, quando foi o mais votado com 39,89% e superou o petista Fernando Marroni
O tucano confirmou a vantagem conquistada no primeiro turno, quando foi o mais votado com 39,89% e superou o petista Fernando Marroni
Foto: Facebook / Reprodução
Fonte: Terra
publicidade