PUBLICIDADE

Reunião para transição do governo deve ocorrer na sexta-feira

1 nov 2010 01h30
| atualizado às 02h46
Publicidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva agendou para a próxima sexta-feira (5) uma reunião que marcará o início do processo de transição para o próximo governo, informou a Agência Brasil no domingo (31). Será um encontro ministerial para "orientar as ações e definir as atividades", segundo a agência estatal.

As duas equipes de governo - da gestão Lula e da presidente eleita Dilma Rousseff - terão dois meses de trabalho conjunto. "A ideia é que todas as áreas colaborem com o futuro governo", acrescentou a agência.

O próximo presidente toma posse no dia 1º de janeiro de 2011. Segundo o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, um grupo envolvendo funcionários do Casa Civil e do Ministério do Planejamento ficou encarregado de recolher as informações necessárias para a transição, dados esses que seriam oferecidos independentemente do eleito.

Mas ele admitiu que a eleição de Dilma Rousseff torna as coisas mais fáceis. "Certamente é muito mais fácil fazer a transição com a nossa presidente eleita", disse.

Para custear as despesas do processo de transição, o Ministério do Planejamento programou a liberação de 2,8 milhões de reais, segundo a agência.

Até 50 funcionários serão contratados para trabalhar na transição. A agência afirmou ainda que o grupo vai trabalhar desde a proclamação da eleição - que normalmente ocorre dois dias depois da votação - até 31 de dezembro.

Para os próximos dois meses, o presidente Lula intensificará as viagens pelo Brasil e ao exterior, segundo a Agência Brasil. Ele deverá visitar dez países.

Dilma Rousseff é recebida por simpatizantes em seu primeiro discurso como presidente; "É incrível a capacidade de empreender do nosso povo", afirmou a petista
Dilma Rousseff é recebida por simpatizantes em seu primeiro discurso como presidente; "É incrível a capacidade de empreender do nosso povo", afirmou a petista
Foto: AP
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade