0

PRTB deixa bloco de apoio de Gustavo Fruet em Curitiba

4 jul 2012
20h22
atualizado em 5/7/2012 às 16h28

O PRTB anunciou hoje que não fará parte da base de apoio do candidato a prefeito de Curitiba pelo PDT, Gustavo Fruet. A decisão tomada pela nova diretoria do PRTB está relacionada à tentativa de mudança da imagem da sigla, desgastada desde que integrantes do PRTB foram flagrados distribuindo dinheiro para garantir o apoio da legenda à candidatura de Beto Rixa, em 2008, no que foi conhecido como o escândalo do "Comitê Lealdade".

"A decisão foi tomada pela nova direção do partido, revendo posição anterior, em razão dos últimos fatos, nos quais recém filiados procuram tumultuar o processo apenas para atender interesses pessoais. A atual direção do PRTB trabalhará para recuperar a unidade e resgatar a imagem abalada nas últimas eleições pelo episódio conhecido como 'Comitê Lealdade'", afirmou, por meio de nota, o presidente estadual e municipal do partido no Paraná e na capital, Nivaldo Ramos.

No cargo há apenas 70 dias, Nivaldo alega que a decisão é prudente e conta com o respaldo do presidente nacional do PRTB, Levy Fidélix. Devido ao pouco tempo que está no comando da legenda, Nivaldo, que junto com um grupo de políticos deixou o PTB rumo ao PRTB, argumenta que não teve tempo hábil para estruturar uma nominata de candidatos a vereador e que uma candidatura própria à prefeitura não é viável nesse momento.

Com isso, o partido deve se manter neutro no primeiro turno das eleições e lançar dois ou três candidatos à Câmara Municipal de Vereadores de Curitiba. "Fiz isso para proteger a imagem do partido. Não adianta entrar rachado na disputa eleitoral da capital, que é a vitrine para o Estado. No segundo turno tomaremos uma posição. Continuamos a achar que o Gustavo Fruet é o nome mais preparado para governar a capital", disse Nivaldo.

Fonte: Terra
publicidade