PUBLICIDADE

Programa em que Maia relaciona Cachoeira a Cabral é retirado do ar

9 set 2012 19h58
| atualizado às 20h07
Publicidade

O candidato a prefeito do Rio de Janeiro Rodrigo Maia (DEM) classificou como censura a decisão da Justiça de retirar do ar o programa de televisão de sua coligação, no qual o bicheiro Carlinhos Cachoeira e o ex-presidente da construtora Delta, Fernando Cavendish são relacionados ao governador Sérgio Cabral (PMDB) e ao secretário municipal de Urbanismo, Sergio Dias. A sentença foi obtida em caráter liminar por Eduardo Paes (PMDB), companheiro de partido de Cabral.

Veja o cenário eleitoral nas capitais
Veja quanto ganham os prefeitos e vereadores nas capitais brasileiras

"Nossa afirmação é comprovada pela foto em que Sergio Dias e Sérgio Cabral aparecem em farra, com direito a guardanapos na cabeça, em Paris. Não podemos ser prejudicados só porque o prefeito quer esconder os seus aliados políticos", declarou Maia.

De acordo com a assessoria do candidato, a coligação foi notificada neste domingo da decisão e ingressará com recurso para tentar reverter a sentença e voltar a veicular o programa nesta segunda-feira.

Fonte: Terra
Publicidade