1 evento ao vivo

Presidente do Corinthians desmente Haddad e nega apoio

23 out 2012
19h35
Dassler Marques
Direto de São Paulo

Mário Gobbi, presidente do Corinthians, desmentiu a informação de que o clube ofereceu apoio a Fernando Haddad, candidato petista à prefeitura de São Paulo. Na tarde de segunda-feira, Haddad divulgou fotografia com o presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone e com o presidente são-paulino Juvenal Juvêncio. O ex-presidente corintiano e atual diretor de seleções da CBF, Andrés Sanchez, que é filiado ao PT, também se sentou à bancada.

Em seu twitter, Haddad comemorou apoio dos presidentes dos clubes paulistas
Em seu twitter, Haddad comemorou apoio dos presidentes dos clubes paulistas
Foto: Reprodução

Consulte os candidatos a prefeito em todo o País
Veja os salários dos prefeitos e vereadores das capitais

De acordo com a assessoria de imprensa da presidência corintiana, Gobbi optou por manter postura isenta durante todo o processo eleitoral e não negou as estruturas do clube para os candidatos interessados em fazer campanha. Entretanto, não quis participar do ato de apoio que ainda contou com uma carta enviada por Manuel da Lupa, presidente da Portuguesa.

Em seu Twitter, Haddad declarou, nesta segunda-feira: "agradecemos o apoio que recebemos hoje dos dirigentes de três grandes clubes da capital: Corinthians, São Paulo e Palmeiras". Um comunicado de imprensa do petista anunciou "Corinthians, Palmeiras e São Paulo se unem por Haddad".

A aliança dos dirigentes com Haddad teria como motivação a possível aprovação de lei que perdoaria as dívidas federais dos clubes em troca de bolsas esportivas. O texto do projeto da medida provisória será avaliado pelo ministro dos Esportes, Aldo Rebelo.

Fonte: Terra
publicidade